lomadee

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Em João Lisboa, MP lança projeto "Ler, escrever e pensar – conscientizar para transformar"


O Ministério Público do Maranhão (MPMA) lançou na manhã dessa terça, 24, o projeto "Ler, escrever e pensar – conscientizar para transformar". Elaborado pelas Promotorias de Justiça de João Lisboa, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, 2ª Vara da Comarca, Academia Imperatrizense de Letras e outras instituições.

O evento foi realizado na quadra esportiva Nicolau Dino, reunindo estudantes, professores, promotores de justiça de outras comarcas, autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Municipal. O projeto visa a estimular a leitura e produção textual de estudantes da rede pública acerca da corrupção no Brasil.

Em sua apresentação, a promotora de justiça Maria José Lopes Corrêa, idealizadora da ação, anunciou que o projeto vai promover um concurso de redação entre alunos do 9ª ano do ensino fundamental e das séries do ensino médio das escolas da rede pública de João Lisboa.

As redações serão feitas a partir do estudo do livro "O Nobre Deputado", de autoria do juiz Márlon Reis. Ao final do processo, serão escolhidas as 18 melhores redações, que serão premiadas com bolsas de estudo em cursinhos preparatórios para o Enem, tablets, smartphones e notebooks. As inscrições serão iniciadas nesta quarta-feira, 24.

"Esse projeto vai ter um alcance social muito grande, porque propõe uma transformação por meio da participação do aluno que vai ler, refletir e discutir com amigos e familiares as lições que aprendeu sobre como escolher melhor os nossos representantes", ressalta a promotora de justiça.

A procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida, destacou que o projeto está alinhado com a proposta do Ministério Público junto à sociedade, principalmente no diz que respeito à promoção e ao incentivo à educação.

"Nós defendemos a inclusão social das pessoas como seres políticos pensantes e agentes sociais. Sabemos que a conscientização e a informação política leva as pessoas a escolherem melhor seus representantes e o MPMA lança esse projeto porque também acredita que a grande transformação social começa na escola", afirmou Regina Rocha.

Na avaliação do juiz Marlón Reis, autor do livro que servirá como base para a discussão nas escolas, será uma grande oportunidade de levar aos alunos essa temática para fomentar uma mudança de consciência e de atitude. "Esse projeto leva informação sobre os bastidores do poder para crianças e adolescentes em processo de formação, sucitando um debate que pode transformar a realidade de um país."

Também participaram do evento, a procuradora de justiça e ouvidora do MPMA, Rita de Cássia Maia Baptista Moreira; o presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem), Tarcísio Bonfim; o promotor de justiça de João Lisboa, Fábio Henrique Meireles Mendes, além de promotores de justiça de outras comarcas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...