lomadee

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Formada 1ª Turma de Residentes Médicos do Hospital Carlos Macieira


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), formou sua primeira Turma de Residentes Médicos do Hospital de Referência Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira (HCM). A solenidade de encerramento, com contou com a presença do corpo clínico e administrativo do Hospital, aconteceu no último dia 18. No dia 1º de março, uma nova turma de médicos residentes passa a atuar no hospital-escola.

“Há muito tempo sonhávamos com a vinda de residências médicas para o Maranhão e isso já é uma realidade. Esse é um momento muito importante tanto para o hospital, como para o Estado. E o fato do HCM também ser um hospital-escola contribui para a formação de profissionais bem preparados para atuar na assistência, beneficiando a população”, contou o diretor-geral do HCM, Josué Vieira Filho.

De acordo com a coordenadora-geral das Residências Médica da SES, Walquíria Lemos, o programa melhorou de forma significativa ao longo do ano de 2015.

“Os desafios são grandes, mas nos mostram que estamos no caminho certo. As residências estaduais funcionam sob a orientação de profissionais éticos e qualificados, o que fortalece a formação de médicos preparados para a atuação em todas as áreas”, avaliou.

Já o cirurgião-geral Manoel Francisco Santos, supervisor da Residência de Cirurgia Geral, falou da alegria em acompanhar a formação dos residentes. “Para nós, é um orgulho contribuir na formação de novos especialistas dentro do nosso próprio Estado. Espero que a cada ano possamos aumentar o número de médicos especialistas”, afirmou o médico.

“O ensino oferecido pelos profissionais do Hospital Carlos Macieira, aliado a estrutura do hospital, são fatores importantes para um programa de residência médica de qualidade e isso influencia no atendimento e cuidado ao paciente”, completou Myllena Carvalho, supervisora-geral da Residência Médica da SES.

Residência

De 2014 a 2016, 17 médicos residentes, das áreas de Clínica Médica e Cirurgia Geral, atuaram no HCM. A experiência, segundo Decarthon Dantas, residente de Clínica Médica e que também foi interno do hospital, foi engradecedora. “A aprovação de muitos residentes em outras especialidades mostra a qualificação do corpo docente, sempre disposto a ajudar e orientar”, afirmou ele, já aprovado para a residência em Pneumologia.

O residente Andrew Francisco Santos, que foi aprovado para residência em Nefrologia, ressaltou a qualidade da infraestrutura do HCM. “Durante a residência, pudemos acompanhar uma variedade de casos, o que foi fundamental para a aprovação em outras subespecialidades”, contou.

De acordo com a cirurgiã-geral, Camila Cruz, a residência é uma experiência de vida. “Este processo de capacitação nos auxilia não só na questão técnica da profissão, mas na humanização do trabalho, em como lidar com os casos graves, os pacientes e as famílias. Além das vantagens de ter acesso a um dos Centros Cirúrgicos mais bem equipados e preparados do Nordeste”, avaliou.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...