lomadee

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Governo e empresários discutem ações realizadas pelo Conselho Empresarial


O Conselho Empresarial do Maranhão (Cema) se reuniu com o Vice-Governador Carlos Brandão e com o secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, na última terça-feira (16), no Palácio dos Leões, para tratar das ações realizadas em 2015 e as que estão em andamento.

Durante a reunião foram debatidas a atuação das câmaras setoriais, os avanços dos programas de “Compras Governamentais”, e dos subprogramas do ‘Mais Empresas’, como é o caso do “Mais Avicultura”, Distritos Industriais e Parques Empresariais.

Atualmente, o Cema trabalha com ações focadas em nove câmaras setoriais, que avançaram durante o primeiro ano de trabalho, além de desenvolver um papel preponderante frente aos debates em prol do Maranhão. Por meio do Conselho, a classe empresarial tem participado ativamente dos debates na definição da política de investimentos delineada pelo Executivo Estadual.

“Essa reunião foi muito importante, pois mostra o compromisso do Governo Flávio Dino em dividir as responsabilidades dos investimentos do Estado com os empresários, onde eles participam ativamente, opinam e ajudam a tomar decisões. Estou muito otimista, vejo uma expectativa muito grande de futuro, para um Maranhão melhor para todos nós”, destacou o Vice-Governador, Carlos Brandão.

O secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, destaca que o Cema ganhou força neste primeiro ano de Governo e que tem cumprido sua missão, de criar um ambiente favorável para a atividade empreendedora.

“O Conselho Empresarial é uma importante ferramenta que ganhou força e desempenha um papel fundamental no Governo. Criamos uma ambiência favorável para a atividade empreendedora e temos um diálogo constante com a classe empresarial. Hoje, o empresariado pode apresentar seus anseios e sugestões direto com o poder público”, afirmou o secretário.

Já o secretário de Estado de Trabalho e Economia Solidária, Julião Amim, frisou o incentivo à produção, a exportação e a valorização dos empreendimentos, o que segundo ele, são pontos fundamentais para a geração de emprego, renda e fortalecimento da economia do estado. “Precisamos aproximar o micro e o pequeno empresários dos grandes investimentos do estado, como forma de expandir a capacidade empreendedora no Maranhão, esta é uma das prioridades do Conselho Empresarial.”

Para o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Maranhão, Raimundo Coêlho, os avanços do Cema estão relacionados a organização das cadeias produtivas e questões que envolvem ações do Meio Ambiente.

“O Governo do Estado resolveu algumas questões importantes, como a organização das cadeias produtivas. Todas já avançaram. Iniciou também os processos de solução dos gargalos que estavam impedindo o desenvolvimento da produção a partir dessas cadeias, como carne e couro, leite e outras”, acentuou Coêlho.

A presidente da Associação Comercial do Maranhão, Luzia Rezende, afirmou que o Cema avançou muito nas questões relacionadas ao desenvolvimento do Estado. “Foram muitas conquistas, como nas ações das cadeias produtivas, leis de incentivos ficais e o programa ‘Mais Empresas’, que incentivaram a atividade empresarial”.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...