lomadee

sexta-feira, 4 de março de 2016

Aged capacita policiais no combate ao roubo de cargas animais e vegetais


A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), realizou, nos dias 3 e 4 de março, treinamento de agentes policiais que integram o Departamento de Combate ao Roubo de Cargas (DCRC), da Polícia Civil do Estado. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também participaram da capacitação.

Durante o evento, os policiais adquiriram noções de fiscalização de trânsito, base legal de trânsito de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal, documentos obrigatórios (como a Guia de Trânsito Animal), conceitos fitossanitários e procedimentos para fiscalização de defensivos agrícolas no estado.

“Esse treinamento permite um trabalho integrado entre as instituições, em prol da defesa agropecuária, no sentido de coibir o roubo de cargas”, disse a Diretora de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal da Aged, Viviane Correa.

O combate ao roubo e contrabando de defensivos agrícolas é uma das maiores preocupações da Polícia Civil. De acordo com o delegado Lúcio Rogério Reis, titular do DCRC, essa foi uma das motivações para realização do treinamento. “Percebemos que o departamento precisava de mais informações técnicas sobre procedimentos para transporte de cargas animais e vegetais, principalmente ao investigar roubo de agrotóxicos no sul do estado. Entramos em contato com a Aged para buscar essa parceria de capacitação, que vai facilitar muito nosso trabalho”, explicou.

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) é parceria da Aged na realização do evento, que contou também com a participação do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Defesa Vegetal (Sindiveg).

Sobre o trabalho conjunto de combate ao roubo de cargas, o delegado Lúcio Reis explica. “Nosso departamento trabalha na prevenção dessas ocorrências, com inteligência e mapeamento em todo o estado, com apoio das unidades policiais como a PRF e delegacias regionais de polícia civil, que atuam no suporte operacional na efetivação de prisões e mandados de busca e apreensão.

O contato com a Aged começou recentemente e facilita o processo de reconhecimento das cargas e no fornecimento de dados que auxiliam na investigação, como controle de emissão de GTAs e venda de agrotóxicos.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...