lomadee

segunda-feira, 14 de março de 2016

Governo articula implantação de Banco de Alimentos no Maranhão


Com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, gestores da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) e diretores da Coohorfrut Ceasa firmaram parceria, esta semana, para estabelecer metas para a instalação do Banco de Alimentos do Maranhão.

O Banco de Alimentos é um espaço físico que recebe alimentos próprios para o consumo, mas que seriam desperdiçados em locais como feiras, hortas, supermercados e centrais de abastecimento de alimentos.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, explicou que a implantação de um Banco de Alimentos no Maranhão é de fundamental importância para a população mais carente e que se encontra em situação de insegurança alimentar. Segundo ele, o equipamento social será mais uma ação do Governo do Estado para diminuir o quadro da fome no estado, por meio do reaproveitamento dos alimentos que, constantemente, são desperdiçados mesmo em bom estado de conservação.

Neto Evangelista ressaltou que a Política de Segurança Alimentar, uma das prioridades da atual gestão, está sendo executada de forma transparente e volumosa. “Avançamos, em apenas um ano de gestão, e estamos trabalhando para avançarmos ainda mais em benefício da população”.

O secretário infromou que já está em funcionamento o serviço de jantar nos restaurantes e está sendo construindo mais cinco unidades de alimentação no interior do estado e mais uma em São Luis, no bairro do São Francisco que será inaugurado dia 16 de março. “A partir de agora, começamos a articular a viabilização do Banco de Alimentos, que deve funcionar na Ceasa, após reforma e revitalização do espaço”.

A ação da sedes está sendo colocada em pratica por meio da Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional (Sasan). Segundo a secretária adjunta, Lourvidia Caldas, a Sedes tem participado de reuniões periódicas para articular possíveis parcerias para a implantação do Banco de Alimentos no Maranhão.

“O Estado está buscando parceiros, como a Ceasa, que já tem como função facilitar o armazenamento, a distribuição e a comercialização de produtos do gênero alimentício, por isso estamos realizando encontros e discutindo a melhor forma de colocar em prática esse projeto e garantir meios adequados para a institucionalização do Banco”.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...