lomadee

segunda-feira, 14 de março de 2016

Inaugurado Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças


“Isabela foi o maior presente que Deus poderia dar pra gente. Ela é muito amada por mim e pelo pai dela, e é este amor que faz a gente ir atrás do tratamento. Sabe como é quando a gente chega na casa de uma amiga e é bem recebida? É assim que estou me sentindo hoje aqui no Ninar”, com estas palavras, Luciana do Nascimento Silva, mãe da pequena Isabela, que nasceu com microcefalia e veio do município de Lagoa Grande do Maranhão, descreveu como foi recebida no Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar).

A unidade foi inaugurada, nesta segunda-feira (14), em São Luís, pelo governador Flávio Dino, com a presença de diversas autoridades, entre as quais o prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Júnior e o deputado Othelino Neto, além do secretário de Estado de Saúde, Marcos Pacheco. A iniciativa foi desenvolvida pelo Governo do Estado em parceria com o Instituto Acqua.

Durante a inauguração, o governador Flávio Dino destacou que o Ninar é uma ação que integra um conjunto de políticas de saúde resolutivas que estão em desenvolvimento no Maranhão, que tratam os problemas de saúde de verdade. “Este espaço de referência veio para cumprir o papel da assistência às crianças, da capacitação aos profissionais de saúde da área e, também, de pesquisa sobre as doenças neurológicas. Essas crianças e suas famílias merecem toda a nossa atenção, não só referente à microcefalia, mas a todos os problemas relativos ao neurodesenvolvimento. Aqui elas terão os cuidados necessários e poderão desenvolver todas as suas capacidades para viverem com dignidade”, explicou Flávio Dino.

São 35 profissionais de saúde da rede estadual que ofertam, a partir de hoje, no Ninar, tratamentos especializados às crianças com problemas de neurodesenvolvimento, e, entre os quais, a microcefalia. O corpo clínico do centro é formado por pediatras, neuropediatras, oftalmologistas e geneticistas, além de equipe multidisciplinar composta por fisioterapeutas, enfermeiros, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicopedagogos e terapeutas ocupacionais.

Com a abertura do Ninar, atendimentos que já eram prestados pelo governo às crianças com microcefalia em vários locais foram integrados em um único espaço, para maior facilidade de acesso e comodidade às crianças e suas famílias. O secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, agradeceu a todos os profissionais de saúde presentes que integram o espaço, destacando a importância de cada especialidade. “Para servir bem é preciso ter alma, espírito e coração em tudo o que se faz. Tenho certeza que todos os colegas que integram o Ninar tratarão essas crianças como se fossem seus filhos e filhas”, destacou Marcos Pacheco.

Estrutura

O Ninar possui oito consultórios e duas salas de acolhimento, além de quatro espaços para reabilitação em fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Exames de apoio diagnóstico como análises clínicas, ultrassonografia, entre outros, estão somados a uma área disponibilizada a grupos de pesquisas científicas sobre doenças neurológicas, criado por meio da parceria do Governo com instituições de ensino superior do Maranhão e de São Paulo, permitindo a troca de conhecimento constante entre os profissionais dos dois estados que se reverterá em aplicações de técnicas e tratamentos de ponta aos pacientes do centro.

Atendimento

Somente neste primeiro dia, 15 crianças com microcefalia já foram atendidas no Ninar. A expectativa é que o número de atendimentos cresça com os novos agendamentos que começarão a ser feitos a partir de hoje.

Das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, oito profissionais farão o atendimento telefônico pelo serviço de Call Center disponibilizado no Ninar. Por meio dos contatos (98) 3232-6635 e 3232-6566 (que também aceitará ligações a cobrar), serão atendidos profissionais de saúde de todos os hospitais do Maranhão, permitindo que eles realizem as marcações de consultas para as crianças. Além dos serviços de agendamento, o Call Center será um canal aberto para troca de informação de todos os procedimentos, atendimento e encaminhamento.

Durante a inauguração a SES iniciou a distribuição do ‘Manual de identificação e acompanhamento intrahospitalar dos casos de microcefalia e referenciamento ao seguimento para estimulação precoce’, que unifica as informações de todos os procedimentos, protocolos e tratamentos às crianças com microcefalia. O manual é destinado aos profissionais de saúde e será entregue pela SES em todas as unidades que integram o Sistema Único de Saúde (SUS).

Além da capital São Luís, o governo também disponibilizará outros pontos de referência para atendimento aos bebês, a exemplo do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz, que integra a rede estadual de saúde, e também a Maternidade Carmosina Coutinho em Caxias, em parceria com o município.


Fonte: Governo do Maranhão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...