lomadee

quarta-feira, 15 de março de 2017

III Encontro de Superintendentes Estaduais debate metas de atuação para 2017


As políticas públicas do Governo do Estado, a relação gestão e comunidades e os resultados alcançados nos últimos dois anos de gestão foram temas dos debates no ‘III Encontro de Superintendentes Estaduais – Atuação Regional: Desenvolvimento e Mudança no Maranhão’. O evento, realizado na manhã desta quarta-feira (15), no Salão de Atos do Palácio dos Leões, reuniu os 31 superintendentes regionais do Estado para apresentação do atual cenário em todas as regiões do Maranhão, a partir da atuação de cada superintende. No encontro foi articulado o conjunto de ações a ser coordenado e executado, ao longo de 2017, pelas Superintendências Regionais, nos 217 municípios maranhenses.

O secretário de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry, reforçou que as superintendências mostram sua relevância na articulação das políticas públicas estaduais nos municípios com a efetiva participação das comunidades. “Cumprem uma importante missão articulando o trabalho do Governo em todas as regiões, e, hoje, nesse encontro, vamos avaliar o trabalho, propor a intensificação destas ações e melhorar ainda mais as estratégias com fins a fazer uma gestão cada vez mais próxima das comunidades”, reiterou. O titular da Secap ministrou a palestra de abertura, fazendo análise do tema principal do encontro.

O papel fundamental das superintências é a articulação das políticas públicas do Governo com a população, informando e ouvindo as comunidades para que suas demandas sejam convertidas em ações, explica o secretário-adjunto de Articulação Regional, Ronaldo Chaves.

“O que avaliamos, nesses dois anos de atuação, é a eficácia deste trabalho de acompanhamento dos importantes programas de Governo e a interlocução exitosa entre comunidades e representantes dos agentes públicos nas regiões. Para o Governo não basta executar ações, é imprescindível ouvir e envolver a população. Esse é o papel das Superintendências Regionais”, enfatizou Chaves.

O evento consolidou as metas da atuação das superintendências em áreas essenciais e consideradas prioridades da gestão, em temas como Saúde, Educação, Infraestrutura e Saneamento Básico. Os superintendentes têm a atribuição de acompanhar todas estas ações, entre elas, o ‘Mais Asfalto’, ‘Escola Digna’, ‘Bolsa Escola’, ‘Iemas’, ‘Sim, eu Posso’ e outros. “Esse monitoramento e fiscalização tem como objetivo garantir o êxito destas ações e que alcancem seu público destinado”, reitera Ronaldo Chaves.

O superintendente regional de Articulação de Miranda do Norte, Nando Aguiar, enfatiza a importância destes órgãos na aproximação entre Governo e população. “São instituições que têm se mostrado extremamente fundamentais para esse estreitamento de relações e têm surtido efeito na aproximação das famílias que são atendidas pelos diversos projetos da gestão estadual”.

As Superintendências comprovam ainda mais a eficácia considerando o momento que vive o Maranhão, avalia o superintendente regional de Articulação de Chapadinha, Francisco das Chagas Gomes. “Estamos tendo a experiência de viver uma gestão participativa de fato. Na minha região, que sempre foi desassistida, agora a população já tem outra noção do que é governar. E temos nos esforçado para levar as ações do Governo a quem precisa e a população reconhece e participa. Avalio que com esta experiência das Superintendências estamos indo no caminho certo”, afirmou.

O evento se mostra importante também para esse intercâmbio, diz o superintendente regional de Articulação de São João dos Patos e Região do Sertão Maranhense, ‘Tio’ Jardel. “É importante para avaliarmos o que tem sido promovido nos municípios do interior do Estado. Eu vejo como o maior benefício das Superintendências essa aproximação da gestão com a sociedade. Na nossa região, esse trabalho tem tido bastante retorno”, ressalta.

No encontro, os gestores regionais puderam, ainda, mostrar os resultados do trabalho desenvolvido em cada região, conhecer experiências de outras regiões e avaliar as ações do Governo em suas localidades. A apresentação do programa ‘Caravana Governo de Todos’, que objetiva levar serviços públicos a todas as regiões do Maranhão, encerrou o evento.

Articulação regional
As Superintendências Regionais foram criadas já no início da gestão Flávio Dino e são vinculadas à Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap). São 31 instituições que têm como finalidade estreitar os laços entre Governo e sociedade, levando ao conhecimento as ações e somando no atendimento às demandas prioritárias. O critério de regionalidade para formação destes órgãos considerou a união de municípios com características ambientais, vocações produtivas, relações socioeconômicas e culturais semelhantes, e foram implantadas com base em parâmetros e indicadores socioeconômicos.

Os municípios onde há Superintendências são: Porto Franco, Presidente Dutra, Grajaú, Colinas, Chapadinha, Zé Doca, São Bento, São Raimundo das Mangabeiras, Itapecuru, Rosário, Governador Nunes Freire, São Bernardo, Dom Pedro, Carutapera, Cururupu, Bacabal, Pedreiras, Timon, Pinheiro, Santa Inês, São João dos Patos, Imperatriz, Açailândia, Codó, Miranda do Norte, Balsas, Barra do Corda, Lago do Pedra, Viana, Barreirinhas e Caxias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...