lomadee

sábado, 1 de abril de 2017

Agentes Penitenciários treinam técnicas de resgate com o Corpo de Bombeiros


Trinta homens do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop) participaram na quarta-feira (29), do treinamento de resgate tático, ministrado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA), por meio do Batalhão de Bombeiros de Emergência Médica (BBEM). A iniciativa reforça as ações de capacitação do Governo do Estado voltadas aos agentes penitenciários dos maranhenses.

De forma bem dinâmica, os agentes tiveram aulas teóricas e práticas, em dias distintos, mas ambas na sede do Geop, localizadas no bairro Pedrinhas, ao lado do Complexo Penitenciário São Luís. Na última terça-feira (28), por exemplo, os agentes penitenciários receberam conhecimentos teóricos sobre tipos de traumatismos, entre os quais o crânio encefálico, o de tórax, e o trauma raquimedular (coluna vertebral).

Os agentes aprenderam também sobre contenção de hemorragia, uso tático de torniquete (instrumento destinado a apertar e impedir o sangramento), técnicas de transporte de vítimas, entre outras disciplinas pertinentes ao Atendimento Pré-hospitalar Tático. Os ensinamentos, repassados de forma teórica, foram só uma introdução para o treinamento prático.

Para iniciar a parte prática do curso, os agentes, antes de executarem o comando, recebiam dos sargentos Enildo e Arlandex uma instrução teórica daquilo que precisava ser feito. Um dos momentos mais operacionais do treinamento foi a simulação do resgate de uma vítima em zona de conflito, no qual os agentes precisaram dar cobertura para a “vítima”, enquanto outros aplicavam os primeiros socorros.

Resgate

Na oportunidade, eles puseram em prática instruções que haviam sido repassadas na teoria como, por exemplo, o transporte da vítima em prancha e a maneira correta de imobiliza-la, o que corresponde às técnicas de Atendimento Pré-Hospitalar (APH). Divididos em dois grupos de 15 pessoas, eles tiveram a missão de resgatar o ferido e, ainda, conter o preso rebelado.

“A proposta aqui é simular uma situação adversa na qual nós vamos nos deparar com um ambiente de conflito onde pessoas estão feridas e precisando de socorro. O treinamento é justamente para que resgatemos as possíveis vítimas e eliminemos o conflito”, disse o subcoordenador do Geop, o agente penitenciário Jeferson Stenio.

A remoção e transporte da vítima, usando a técnica Caterpillar, método que objetiva retirar o ferido de escombros, também foi executada. Nessa situação a vítima, posta na prancha rígida, é devidamente imobilizada e a equipe tem como missão resgatá-la dos destroços.

“Na técnica Caterpillar é essencial o trabalho em equipe, visto que o foco é resgatar a pessoa ferida de um cenário completamente desfavorável, então fatores como força conjunta, concentração, paciência são importantes para que a operação aconteça com sucesso”, explicou o tenente do Corpo de Bombeiros, Bruno Gonçalves.

O treinamento dos agentes penitenciários é resultado de parceria entre o Sistema Penitenciário do Maranhão e o Corpo de Bombeiros Militar (CBM). A ação foi coordenada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio do próprio Geop, Supervisão de Apoio Logístico, e Academia de Gestão Penitenciária (Agepen).

Como resultado dessa parceria, em abril o Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop) ministrará o curso de manuseio correto de pistola .40 a homens do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...