lomadee

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Detran-MA orienta prefeituras no processo de municipalização


O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) está organizando o serviço de trânsito do município de Alto Parnaíba. Nesta sexta-feira (23), a diretora Geral do Detran-MA, Larissa Abdalla, entregou ao prefeito Rubens Sussumu Ogasawara o manual técnico com todas as etapas para a integração do município ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

Larissa Abdalla afirmou que um dos compromissos do Detran-MA é a promoção da municipalização do trânsito. “O Maranhão está avançando nesse modelo administrativo que é um diferencial no combate aos acidentes”. Esse mesmo trabalho, o Detran-MA já realizou em vários municípios e a proposta, este ano, é expandir essa ação.

Alto Parnaíba fica no extremo sul do Maranhão. O Prefeito Rubens Sussumu Ogasawara informou que a cidade mais próxima fica a 240 quilômetros. Por isso, é rotina para os motoristas transitarem em estradas, o que faz dos investimentos na área de trânsito importante, principalmente os de prevenção de acidentes e educação para o trânsito,

“A segurança da população é uma prioridade, por isso, queremos a integração ao SNT. Estamos a poucos passos da conclusão desse processo. Já aprovamos a Lei Municipal e contratamos agentes de trânsito”, anunciou o prefeito.

O município pertence à área de cobertura da 4ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Balsas. Após a integração ao SNT, poderá firmar convênios estaduais e federais voltados para a promoção da segurança do trânsito, como projetos de sinalização, treinamento de agentes de trânsito e desenvolvimento de campanhas educativas.


quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Mais 4 mil pessoas receberão o Cheque Minha Casa para melhorar e ampliar moradias no Maranhão


O governador Flávio Dino anunciou, nesta quarta-feira (21), que o Maranhão vai ter um grande reforço em um dos mais importantes programas de moradia do estado em 2018. “No ano passado, 4.000 famílias foram beneficiadas com o Cheque Minha Casa do Governo do Maranhão. Agora a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano vai chamar mais 4.000 beneficiários”, disse por meio das redes sociais.

Destinado a famílias de baixa renda, o Cheque Minha Casa foi criado para apoiar a reforma, ampliação ou melhoria de moradias já existentes, priorizando as instalações sanitárias do imóvel.

Em 2017, o programa beneficiou 4 mil famílias residentes nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Foram R$ 20 milhões de investimentos. Com isso, as empresas que participam fornecendo os materiais também tiveram desconto no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) equivalente ao valor total dos materiais fornecidos, gerando trabalho, emprego e renda.

A secretária de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Flávia Alexandrina, conta que o cronograma de 2018 está sendo definido.

“Retomaremos as entregas dos benefícios do Programa Cheque Minha Casa, que no exercício de 2017 alcançou sua meta de melhorar as condições de moradia de 4.000 famílias e o objetivo de dinamizar a economia no setor de material de construção, com elevação do número de empregos nas lojas que aderiram ao programa. Considerando o êxito comprovado do programa por meio do controle realizado pela Secid, estamos definindo as datas das entregas de mais 4.000 cheques, as quais ocorrerão nos próximos meses de abril e maio”, explicou a secretária Flávia Alexandrina.

Emoção

Os moradores que já foram contemplados em 2017 dizem que o programa representa uma oportunidade de transformação.

“Emoção. É quando a pessoa sente o que tinha acontecido na vida. E agora está acontecendo”, disse o aposentado Alan Jorge ao resumir a sensação de ter sido incluído no Cheque Minha Casa.

A dona de casa Alice Mendes contou que finalmente vai conseguir concluir a obra da casa que começou faz oito anos: “Alegria, muita alegria”.

Governo encerra espera de 30 anos e realiza obra histórica de abastecimento em Tutoia


O Governo do Maranhão instalou um novo panorama em relação ao abastecimento para a sede da cidade de Tutoia, município distante 320 km da capital. Mesmo tendo população estimada em 59 mil habitantes e estar localizada em uma região de alto potencial turístico, a cidade de Tutóia não dispunha, até então, de um sistema de garantisse o abastecimento da cidade. A população precisava comprar água, muitas vezes de qualidade duvidosa, ou então contava com poços – os chamados “cacimbões -, geralmente apresentando níveis altíssimos de coliformes fecais e cloreto de sódio, deixando a água salgada, entre outros problemas que afetavam a saúde da população.

Sensível à situação, o Governo destinou esforços e recursos que foram capazes de transformar essa realidade. Foram investidos mais de R$7 milhões em intervenções para estruturar o sistema desde a captação, passa pela construção de Estação de Tratamento de Água – ETA, e vai até a implantação de redes de distribuição de água tratada para atender os bairros da sede.

A obra seguiu todos os passos necessários para que se cumprisse um planejamento traçado desde a elaboração do projeto, contemplando questões da Política Ambiental instituída pela empresa, para minimizar impactos decorrentes das atividades de operação com vistas ao fornecimento de água potável de forma eficaz, responsável e sustentável, e garantir a preservação dos locais de captação.

Implantação

A primeira etapa de implantação do Sistema de Abastecimento de Água da Cidade de Tutóia destinou-se à captação. Para isso, foi contemplado pelo projeto a construção de dois tubulões em aço patinável de diâmetro 1.400 mm e altura de 4,8 m, fazendo a captação de água direta do Riacho Bom Gosto.

Paralelo a isso, as obras inclinaram-se sobre a concretização de estruturas físicas da Estação Elevatória de Água Bruta e a construção de Casa de Bombas para abrigar dois conjuntos moto-bombas (CMB). Também foi implantada uma linha adutora de água bruta de tubos de alta resistência (DN200) para suportar o atrito da vazão, com extensão de 125 metros, que possibilitasse transportar a água do riacho até a Estação de Tratamento de Água – ETA, onde toda água produzida seja tratada para estar apta a ser consumida.

Um dos pontos mais importantes no processo foi a construção de uma estação de tratamento de água convencional em concreto armado, apropriada para tratar, por hora, 2 mil litros da água captada no riacho. Também foram implantados 5KM de nova linha de adutora de água já tratada com diâmetros variando entre de DN250 a DN300, em complemento à adutora já existente de 8 mil metros, estendendo-a para um total de 13km de adutora. Também foram reestruturados e recuperados reservatórios apoiados com a impermeabilização e pintura.

Após a estruturação de todo o parque para captação, adução dos volumes e tratamento da água, a segunda etapa da obra foi a chegada da água aos bairros e torneiras dos tutoienses, a exemplo dos bairros Paxicá, Comum e Bom Gosto. Apesar da preparação deste trabalho estar concomitante à primeira etapa, inclusive já com algumas ligações executadas ainda nesta fase (primeiras 1.380 unidades de ligações domiciliares em áreas próximas a ETA), foram planejadas para atender a população uma rede de distribuição com 64km de extensão, hoje 100% executada, propiciando um total de mais 4.380 novas ligações somadas às já existentes.

Compromisso X Promessas

As obras para reestruturação do Sistema de Abastecimento de Água de Tutóia estavam paradas por diversas incompatibilidades técnicas e legais, e embargados por órgãos fiscalizadores desde 2013. Logo que assumiu o governo, o Governador Flavio Dino assegurou que seriam tomadas providencias emergenciais que paralelamente garantissem mais água nas torneiras o quanto antes. Empreendeu-se, então, uma série de medidas e visitas à sede e localidades no município para ouvir a população e buscar alternativas, juntamente com sua equipe técnica, para resolver o problema de falta de água em Tutoia.

Entre as alternativas emergenciais, a Caema estabeleceu como prioridade a perfuração de poços que pudessem de imediato suprir a necessidade de algumas comunidades que viviam sem abastecimento. Foram perfurados poços localizados no Bom Gosto e no Comum, para que se pudesse aumentar a ofertar de água potável à população. Com vazão média de 40 mil litros cada um, os novos poços permitiram abastecer de imediato, à época, 800 casas na sede.

As obras para total recuperação, ampliação e expansão do Sistema Abastecimento de Água da Cidade de Tutoia foram realizadas para que toda a população pudesse ser beneficiada com o aumento do volume de água produzido, armazenado e distribuição para as casas, abastecendo diretamente 21.000 mil habitantes da sede. Concluídas as obras no mês passado, o Sistema entrou, então, em fase de testes e monitoramento, para que possa passar a operar em definitivo.

“Aqui em Tutoia, o povo não acreditava mais que a situação pudesse mudar. Tanto que, ao longo de tantos anos, espalhou-se na cidade uma anedota popular, e a espera pela água nas torneiras passou a ser definida pela população como ‘A lenda da Água’. Essa era uma expressão comumente pronunciada e ouvida pelas ruas de Tutoia, devido ao fato de que várias promessas foram feitas e reiteradas por governantes no sentido de dar aos moradores da sede um abastecimento digno. Com todo esse extenso trabalho que foi desenvolvido pelo Governo e pela Caema, o quadro agora é outro. Nas rodas de conversas, nos encontros de amigos, ‘A lenda da Água’a deu lugar à realidade”, conta Marcelo Santos Serejo, encarregado pelo sistema de abastecimento da cidade.

Ele explica que, durante a fase de testes, um dos objetivos é verificar o alcance da vazão. Para isso, várias torneiras foram instaladas em diversos pontos específicos, para que se monitore se a água está chegando com a frequência e intensidade esperadas. “Ao abrir as torneiras de teste, é interessante ver como o povo reage, arranca sorrisos e reações inesperadas, afinal, era uma ideia bastante distante da realidade de muitos ver água saindo da torneira”, conta ele.

Outra medida feita pela Caema para acelerar o abastecimento foi colocar cavaletes com ramais na porta das residências, facilitando para que, a partir deles, moradores possam fazer a interligação com sua rede doméstica. Mesmo com água ainda somente na torneira implantada em sua porta, Deusalene Cruz de Oliveira, 42 anos, moradora do Centro, é só agradecimentos.

A falta de esperança em dias melhores, deram lugar à confiança com a chegada da água. Ela conta que, apesar de estar no Centro da cidade, não tinha água há 20 anos. “Nós estamos esperando o governador de braços abertos, porque hoje nós estamos vendo essa maravilha aqui. Nunca imaginava de ver água em Tutoia, e hoje a água está aqui e tem para todos”, agradeceu ela.

Outro bairro onde os moradores estão radiantes é o Monte Castelo. Maria do Socorro Gomes Pinheiro, de 50 anos, moradora do bairro, diz estar muito feliz por este ponto de água. “Há muito tempo que estava aqui sem água, é uma coisa que não podemos viver sem. Agradeço ao Governo do Estado, por que agora estamos muito bem”, disse.

Número:

Investimento de R$7.008,993,46

Obras executadas em Tutoia:

- Captação Riacho Bom Gosto - Casa de bombas, Estação Elevatória de Água Bruta, execução da estrutura física e instalações de 02(dois) conjunto moto-bomba, totalizando vazão de 200m³/ h, implantação de adutora de água bruta DN200, 125 metros).
– Estação de Tratamento de Água – ETA - ETA convencional – Estruturação em concreto armado, vazão de 200m³/ h. Elevatória de água tratada – Execução de casa de bombas e estação elevatória de água tratada, vazão 200m³/ h, adutora de água tratada (Implantação de 5 km de linha adutora nova – DN250 a DN300).
– Redes de distribuição - 64km de rede nova implantada (diâmetro) DN50 a DN200, propiciando 4.380 novas ligações.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Governo lança editais para contratação de professores para educação indígena e educação prisional


O Governo do Maranhão divulgou, nesta sexta-feira (16), editais de processos seletivos simplificados para contratação temporária de professores indígenas Awá Guajá e Ka’apo, para atuarem na Educação Básica, nos municípios de Bom Jardim/URE Santa Inês e Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão e Santa Luzia do Paruá/URE Zé Doca e para professores para atuarem na Educação Básica, nos cursos do Ensino Fundamental e Médio na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos, nas Unidades Prisionais e em cumprimento de Medidas Socioeducativas.

Ao todo, estão sendo disponibilizadas 21 vagas para professores indígenas da etnia Awá Guajá e/ou Ka’apor, e 154 vagas para professores de Educação Básica. As inscrições serão gratuitas e devem ser realizadas a partir das 0h de terça-feira (20) até às 23h59 do dia 23 (sexta-feira), exclusivamente pelo endereço eletrônico da Secretaria de Estado da Educação (http://www.educacao.ma.gov.br/seletivos-2018/).

O candidato deverá preencher a ficha de inscrição, disponibilizada no portal da Seduc, e entregá-la junto com os documentos e títulos, no período de 20 a 26 de fevereiro, das 13h às 19h, conforme endereços indicados nos editais dos seletivos, também disponíveis em www.educacao.ma.gov.br.

O processo seletivo para professores da educação indígena será composto de avaliação de experiência profissional docente, comprovada por documento emitido pelo responsável pela escola indígena e atestado pelo gestor das URE’s de Santa Inês e/ou Zé Doca, conforme município pleiteado pelo candidato, em etapa única e não haverá pagamento de taxa de inscrição. Os candidatos aprovados, dentro do limite de vagas, serão contratados pela Seduc em regime de 20 horas de trabalho semanais.

Já o processo seletivo para professores da educação prisional será realizado em etapa única e será composto de avaliação curricular de títulos e experiência profissional docente na Educação de Jovens e Adultos e no Sistema Prisional e/ou de Medidas Socioeducativas. Os aprovados, dentro do limite de vagas, serão contratados pela Seduc, também, em regime de 20 horas de trabalho semanais.

A divulgação do resultado parcial dos seletivos está prevista para o dia 14 de março. Já a homologação do resultado final para professores da educação indígena está prevista para o dia 22 de março, e para professores da educação prisional, para o dia 23 de março de 2018.

A Seduc informa, ainda, que o processo seletivo ocorre sem prejuízos ao concurso público já previsto para este ano. Confira mais informações acessando aqui: http://www.educacao.ma.gov.br/seletivos-2018/


Em três anos, Procon passa de 5 para 50 unidades no Maranhão


De cinco para 50. Essa foi a expansão das unidades do VIVA/Procon no Maranhão em apenas pouco mais de três anos. Isso significa que centenas de milhares de pessoas passaram a ter acesso muito mais fácil a documentos e a diversos serviços públicos.

O crescimento da rede vem sendo feito desde 2015, por determinação do governador Flávio Dino.

A presença do VIVA/Procon é importante porque garante direitos básicos ao cidadão, como emissão da 1ª e 2ª via do RG, inscrição e consulta do CPF, antecedentes criminais, inscrições em concursos e outros serviços on-line.

Antes, com poucas unidades, os moradores eram obrigados muitas vezes a viajar para outras cidades a fim de conseguir atendimento.

Além disso, as unidades também permitem a formalização de denúncias contra empresas e fornecimento de orientações a consumidores e fornecedores. Isso é um direito assegurado aos cidadãos.

Mais com menos

Desde 2015, já foram feitos cerca de 750 mil atendimentos, um aumento de mais de 1.200% na comparação com a gestão anterior. E tudo isso foi feito gastando muito menos: a economia foi de 72% neste período.

“Uma diretriz do Governo é fazer mais com menos. Vivemos um momento de restrições financeiras e ficamos satisfeitos quando essa diretriz é atendida”, disse o governador Flávio Dino.

O presidente do Procon, Duarte Júnior, afirmou que “não medimos esforços para garantir direitos em todas as regiões do Maranhão”.

Unidades Móveis

Para atender as cidades que ainda não têm prédios do VIVA/Procon, unidades móveis percorrem as regiões e fazem o atendimento. Por enquanto, são nove veículos, entre unidades móveis e viaturas.

Modernas e bem equipadas, as novas carretas permitem acesso a cadeirantes, com plataforma elevatória e rampas, e capacidade de 500 atendimentos por dia.

Fonte: Governo do Maranhão

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Além de Medicina, novo núcleo da UemaSul também deve abrigar Farmácia e Nutrição


Mostrando mais uma vez que anda na contramão da crise – e de outros Estados que vêm cortando investimentos em pesquisa e ensino –, o governo maranhense anunciou no início do mês a criação do curso de Medicina na Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul).

“O Governador do Estado encaminhará à Assembleia Legislativa do Estado um Projeto de Lei que trata da criação do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da universidade. Para o Centro, foi proposta a criação do Curso de Medicina e posteriormente a dos cursos de bacharel em Farmácia, Nutrição e Saúde Coletiva”, explica a reitora da UemaSul, Elizabeth Nunes Fernandes.

O projeto está sendo elaborado e será enviado, nos próximos meses, para a Assembleia Legislativa. A proposta é embasada nas legislações aplicadas ao funcionamento dos cursos.

“A proposta do curso de Medicina está em consonância com o plano de expansão universitária e desenvolvimento regional. É a integração da instituição com a sociedade na busca da resolução dos problemas de saúde e da melhoria do cuidado prestado à comunidade”, afirma a reitora.

Para a construção da proposta pedagógica do curso, foi instituído um grupo de trabalho com a participação de vários profissionais da área pedagógica da saúde. A elaboração conta com a parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas (Seepp).

De acordo com o governador Flávio Dino, a comissão de especialistas já está constituída: “Nossa perspectiva é que, até o fim de março, o Conselho Universitário da UemaSul aprove o projeto”, disse. A ideia, segundo o governador, é que o curso seja oferecido a partir de 2019.

Outras medidas

Na intenção de fortalecer a criação do curso, foi realizada uma missão internacional, coordenada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), na qual a reitora Elizabeth Nunes esteve presente, conhecendo experiências de formação na área médica, de renome mundial. A missão ajudou a alargar as várias possibilidades para o curso de medicina da UemaSul.


Maranhão é o quarto Estado que mais aumentou investimentos em todo o Brasil

Destaque entre os estados em melhor situação fiscal desde o início da gestão Flávio Dino, o Maranhão também ocupa lugar especial entre os entes da federação com os melhores indicadores de investimentos em 2017. Segundo levantamento do Jornal Folha de São Paulo, o Maranhão obteve o quarto maior crescimento nos investimentos entre as 27 unidades da federação.

Segundo a Folha, os bons resultados de outros estados se deram em função de ajustes que resultaram em cortes de gastos, sobretudo na redução com pagamento da folha de servidores. Já o Maranhão conseguiu manter equilíbrio fiscal sem abrir mão de ampliação de serviços públicos, inclusive com a realização de concursos públicos.

O Estado passou de R$ 874 milhões em 2016 para R$ 1.175 bilhão investido no ano seguinte, um crescimento de 26%.

Dados da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan) mostram que o Governo aumentou os investimentos com a folha de pagamento em 5,1% em 2017, enquanto a maioria dos Estados reduziu gastos no setor para equilibrar a relação entre receita e despesa.

Tudo isso foi feito mesmo com a queda nas transferências de recursos do Governo Federal. Com a crise nacional, o Estado deixou de receber mais de R$ 1 bilhão desde 2015. Ainda assim, houve ampliação de 28,9% em investimentos.

Mesmo com a queda nos repasses federais, o Estado ajustou a receita para impedir o aumento de tributos. O jornal Folha de São Paulo mostra que o Estado apresentou variação positiva com aumento de apenas 1,20% na composição de tributos, enquanto outros estados aumentaram impostos em até 30,72%.

Durante sessão solene de abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa, no início do mês, o governador Flávio Dino anunciou investimentos de R$ 1 bilhão em 2018, recursos que vão incrementar os R$ 2,6 bilhões já investidos em todas as áreas.

“O papel do poder público é insubstituível, como também é o da iniciativa privada: ambos se complementam. O Governo tem coerência com essa visão, de modo que garantir os investimentos públicos são vitais para que a economia funcione”, afirmou Flávio Dino no encontro com parlamentares.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

“Foi o maior carnaval em décadas”, diz Flávio Dino sobre festa no Maranhão


As multidões que tomaram as ruas do Maranhão fizeram deste o maior carnaval da história recente do Estado. “Foi o maior em décadas”, disse o governador Flávio Dino nesta quinta-feira (15) por meio das redes sociais.

O Carnaval de Todos, promovido pelo Governo do Maranhão, foi um sucesso de público em São Luís. No interior, muitas cidades, como Imperatriz, também tiveram apoio do Estado para fazer as festas.

“Ano passado estreamos o novo modelo, que se consolidou neste ano. E 2019 será ainda melhor”, disse Flávio, referindo-se aos novos circuitos, inclusive o Joãosinho Trinta, na Beira Mar, que se tornou a sensação desta edição.

“Coloca os artistas do Maranhão em papel central; e tem grande investimento em Segurança”, acrescentou.

“Agora no Maranhão, temos um calendário de grandes eventos para proveito dos maranhenses e de turistas. Temos programação de Natal e Réveillon; pré-carnaval e carnaval; festas juninas; Museu do Reggae com sua agenda.”

O governador também ressaltou os grandes investimentos em infraestrutura, o que estimula o turismo e a economia. Entre eles, estrada para Santo Amaro, ligação entre Lençóis e Delta do Parnaíba e avanço na despoluição das praias e da Lagoa da Jansen.

“Estamos também recuperando prédios históricos, com recursos próprios, a exemplo do Forte Santo Antônio e da estação ferroviária da Reffsa. E agradecemos aos investimentos de parceiros via PAC Cidades Históricas, como Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e a Prefeitura de São Luís”, disse.

“Tudo isso significa dizer que estamos impulsionando a economia criativa, assentada na cultura e no turismo, como caminho para geração de trabalho e renda. E o mais importante: acreditamos no povo do Maranhão”.


A 8 meses da eleição, pesquisa aponta vitória de Flávio Dino no 1° turno Leia mais: http://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/8-meses-da-eleicao-pesquisa-aponta-vitoria-de-flavio-dino-no-1-turno/#ixzz57ClvwrG1

A primeira pesquisa eleitoral de 2018, divulgada hoje (15/02) pela TV Difusora, mostra um cenário em que o atual governador Flávio Dino tem mais que o dobro das intenções de voto de sua principal concorrente, a ex-governadora Roseana Sarney.

A pesquisa do instituto DataIlha mostra que Flávio Dino teria 62,39% dos votos válidos, contra 29,15% de Roseana Sarney.


Com cerca de 5%, o deputado estadual Eduardo Braide aparece em terceiro colocado. Atrás dele, estão empatados Ricardo Murad, o senador Roberto Rocha e a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge.

Caso a disputa fosse realizada apenas entre Dino e Roseana Sarney, o comunista também venceria, com 66,14% dos votos válidos contra 33,86% de Roseana.


Aprovação

O estudo revela ainda o nível de satisfação do governo Flávio Dino entre os maranhenses. Segundo o Instituto DataIlha, Dino mantém a mesma média de aprovação de pesquisas anteriores, com 61,2%.



Perguntados em qual candidato não votariam em hipótese alguma, a maior parte (37,3%) dos eleitores disseram que não escolheriam Roseana Sarney.

Disputa presidencial


A projeção aponta ainda que caso saia candidato em outubro, o ex-presidente Lula (PT) teria 59,2% dos votos contra 17,4% do segundo colocado, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC).

Registrada no TRE-MA com o número 06345/2018, a pesquisa do Instituto DataIlha ouviu 2.137 eleitores em 37 cidades do Maranhão de todas as regiões do estado entre os dias 8 e 9 de fevereiro, logo antes do Carnaval. A margem de erro é de 3,2% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Espontânea


De acordo com a pesquisa espontânea (aquela em que não são apresentados os nomes dos candidatos), Flávio Dino é o favorito entre os eleitores, com 40,8% dos votos. Em seguida aparecem, Roseana Sarney com 16,5%, Eduardo Braide com 1,4%, Ricardo Murad com 1%, Roberto Rocha tem 0,4% dos votos e Maura Jorge com 0,2%.

Segundo levantamento, 33% dos entrevistados não sabem em quem votar ou não responderam. Votos brancos e nulos correspondem a 6%.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Governo mobiliza escolas para V Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente


Nesta semana a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) promoveu, no auditório da UEMANET, uma webconferência com os gestores escolares para esclarecer dúvidas e tratar sobre as etapas da V Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.

A V Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que em 2018 tem como tema “Vamos cuidar do Brasil cuidando das águas”, é uma ação de educação ambiental que busca estimular a pesquisa e a participação democrática nas escolas para dialogar e refletir sobre as questões socioambientais.

Durante a webconferência foram explicadas as etapas de participação e discutido o tema para esta quinta edição. Participaram: Luís Câmara, coordenador dos Temas Socioeducacionais da Seduc; Conceição Marques, superintendente de Educação Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA); Roberto Mauro Gurgel, membro do Conselho Estadual de Educação; Tereza Cristina Pereira Castro, vice-coordenadora do Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas (Fonasc); e Maria de Nazareth dos Santos Silva, gerência de Meio Ambiente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

Em seu discurso, além de apresentar o cronograma para a realização da V Conferência, o coordenador dos Temas Socioeducacionais da Seduc, Luís Câmara, falou sobre a importância do evento para a reflexão e fortalecimento da educação ambiental nos sistemas de ensino.

“A Conferência Nacional é um modelo inovador, por ser a única conferência que tem início, primeiramente, na escola. Isso faz com que nossos alunos estudem o tema e esse aprofundamento faça parte de sua formação”, ressaltou Luís Câmara.

O coordenador reforçou, ainda, a importância da mobilização de todas as escolas das redes estadual, municipal e privada, para a participação na V Conferência.

“Essa é uma conferência que integra o país inteiro em torno da questão ambiental envolvendo as escolas. Nós acreditamos que tudo deve começar na escola, a própria questão da cidadania. A escola não deve só preparar para instrumentalizar para o mercado de trabalho, e a educação ambiental é um dos temas que nos prepara para termos uma cidade maravilhosa do ponto de vista natural. Em torno de um aluno, são várias famílias que serão motivadas também para a questão ambiental”, enfatiza Câmara.

Para a superintendente de Educação Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), Conceição Marques, a conferência é fundamental porque a consciência ecológica só se desenvolve se as crianças e jovens passarem a conhecer as questões do meio ambiente, não só do ponto de vista do problema, mas também do ponto de vista da solução.

“Na medida em que os estudantes são chamados para pensar coletivamente dentro da escola e em cada espaço em que a conferência se fizer presente, nós teremos resultados na mudança do comportamento desses jovens tanto no ambiente escolar quanto no familiar. E é muito importante também que as famílias fiquem sabendo e se façam presentes nesse processo da preocupação com a questão ambiental”, apontou.

A V Conferência Nacional Infantojuvenil será realizada em Brasília, no período de 15 a 18 de junho deste ano e contará com a participação de aproximadamente 460 delegados e delegadas, entre 11 e 14 anos, de todo país.

Etapas para a Conferência Infantojuvenil

A Conferência na Escola é a primeira etapa, momento em que estudantes, professores e demais interessados reúnem-se para dialogar sobre como transformar sua escola em um espaço educador sustentável, aprofundando o debate sobre o tema da Conferência em nível local.

Elas devem acontecer até dia 31 de março e é nessa etapa, também, que são eleitos um delegado ou delegada (e suplente), que precisam estar cursando os anos finais do ensino fundamental até o período da Conferência Estadual e ter entre 11 e 14 anos no período da etapa nacional da V CNIJMA.

Realizadas as Conferências, as escolas devem cadastrar os resultados no site oficial da V Conferência até 3 de abril, momento no qual as escolas se preparam para a segunda etapa, a das Conferências Municipais.

As Conferências Municipais têm como objetivo aprofundar o tema a partir da perspectiva regional; é onde as escolas se reunirão para apresentar e debater os projetos de ação escolhidos nas Conferências nas Escolas, e representarão a unidade escolar na etapa estadual.

Todas essas etapas culminam no quarto e último momento, que é a V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. É nesse encontro, que reúne os delegados e delegadas de todos os estados e a partir dos projetos de ação selecionados nas etapas anteriores, que serão realizadas oficinas, atividades culturais cívicas e diálogos sobre o tema ‘Água’.

“O Carnaval é de todos”, diz Flávio Dino sobre apoio à Semana de Retiros


O governador Flávio Dino participou nesta sexta-feira (9) da abertura da Semana Maranhense de Retiros Culturais 2018. Flávio conversou com jovens, líderes evangélicos e artistas, que fizeram apresentações culturais, marcando o início do evento, que conta com o apoio do Governo do Maranhão.

A Semana vai terminar na quarta-feira (14) na Praça Maria Aragão, junto com o Ora São Luís, evento da Prefeitura da cidade.

“Tenho apoiado de modo geral as manifestações culturais do meio evangélico e católico’’, disse o governador. “Temos o compromisso de que o carnaval é de todos e, portanto, há espaço para todas as formas de viver esse período. Ao fazer um governo num Estado grandioso como o Maranhão, temos que ter essa dimensão para compreender que os recursos públicos têm que estar à disposição de todas as formas de viver”.

Durante a abertura, foi assinada a nota de empenho que permitiu investimentos na Semana de Retiro. “É uma atividade que celebra união entre todos os que querem uma sociedade melhor, mais justa e com mais paz”, acrescentou Flávio.

Sociedade plural
Para a deputada federal Eliziane Gama, o apoio do Governo “é uma clara demonstração de reconhecimento ao jovem evangélico”.

“O governador tem um olhar plural para toda a sociedade. Merece aplauso o entendimento de que a sociedade é feita de forma plural, que o apoio tem que ser a todos de forma igualitária”, disse a parlamentar.

De acordo com o secretário de Cultura e Turismo, a Semana é “um momento para aqueles que buscam a paz espiritual e suas tradições”. O encontro que encerra a Semana, na Praça Maria Aragão, tem início às 15h da quarta-feira. Haverá a participação de convidados locais e internacionais, como a banda Christafari.


sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Polícia Civil anuncia plano de segurança em São Luís e interior do Maranhão durante o carnaval


A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, por intermédio das Superintendências de Polícia Civil da Capital (SPCC) e do Interior (SPCI) anunciaram durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (8), o Plano de Segurança das delegacias da região Metropolitana de São Luís e interior do Maranhão durante as festividades do Carnaval de Todos 2018.

O superintendente da Polícia Civil da Capital, Armando Pacheco, informou que o plano estratégico manterá o funcionamento dos cinco plantões da Região Metropolitana da Capital (área da Rua das Cajazeiras, Itaqui Bacanga, Cidade Operária, Maiobão e Cohatrac). A novidade é que foram instituídos dois plantões extras, no município de Raposa e Cajazeiras, que vão reforçar os trabalhos de segurança nos quatro dias de folia.

Armando Pacheco anunciou que o Plano de Segurança, em São Luís, será composto por 153 policiais civis, entre estes, 25 delegados, que executaram os plantões de 24 horas. Ele frisou que, nesta sexta-feira (9), apenas os plantões irão funcionar em São Luís. A Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP) vai funcionar durante os quatro dias de Carnaval.

Interior do Estado


O superintendente da SPCI, Dicival Gonçalves, informou que, nesta sexta-feira (9), serão encaminhados 412 policiais da Polícia Civil, sendo 58 delegados, para reforçar os trabalhos nas 217 cidades do interior do Maranhão. Todas as 18 Delegacias Regionais devem trabalhar em regime de plantão, servindo de base para as demais cidades da circunscrição com apoio de 84 viaturas. O esquema de segurança apresentado durante a coletiva foi determinado e acertado pela Delegacia Geral da Polícia Civil, coordenada pelo delegado Leonardo Diniz.

Em Cândido Mendes, Ex-prefeito tem prisão preventiva decretada a pedido do MPMA


Atendendo a pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA), a Justiça decretou a prisão preventiva de José Haroldo Fonseca Carvalhal, ex-prefeito de Cândido Mendes.

Na decisão proferida nesta quinta-feira, 8, o juiz João Paulo de Sousa Oliveira apontou que “percebe-se com clareza que os elementos coletados durante o período que antecedeu o pedido de prisão temporária, são concretos no sentido de colocar o representado no centro da prática de conduta delitiva que atentou contra toda uma coletividade, uma vez que foi prefeito desta municipalidade durante 12 anos, praticando as condutas descritas na investigação levada a termo pelo Ministério Público.”

A necessidade de garantir as ordens pública e econômica também são citadas na decisão judicial. “O objetivo maior é a manutenção ou o retorno da paz social, conturbada pela ação delitiva do criminoso, que uma vez solto, poderá praticar novamente condutas que causem desassossego social”, prolatou o magistrado.

ENTENDA O CASO

A Promotoria de Justiça de Cândido Mendes ingressou nesta quarta-feira, 7, com um pedido de prisão preventiva contra José Haroldo Fonseca Carvalhal, ex-prefeito do município. No pedido, o promotor de justiça Saulo Jerônimo Leite Barbosa de Almeida afirma que as condutas do ex-gestor configuram crime de peculato, além de haver fortes indícios de associação criminosa.

“Importantíssimo destacar que o representado vem, a todo custo, buscando meios para se esquivar da aplicação da lei penal, chegando ao ponto de alternar o modo e o lugar em que vive, trocar periodicamente o número de telefone celular, bem como utilizar linhas cadastradas por terceiros, tudo isso buscando embaraçar qualquer espécie de persecução criminal que porventura tivesse como alvo a sua pessoa”, afirma Saulo de Almeida.

O ex-gestor foi preso nesta terça-feira, 6, pela Superintendência Especial de Investigações Criminais (Seic), com base em uma investigação desenvolvida pela Promotoria de Justiça da Comarca de Cândido Mendes. O pedido de prisão temporária do ex-gestor havia sido feito em 17 de outubro do ano passado, pelo promotor de justiça Marcio Antonio Alves de Oliveira, que conduziu as investigações.

O procedimento investigativo instaurado pelo Ministério Público, em agosto de 2017, teve como objetivo apurar supostas irregularidades na execução do convênio n° 732195, firmado entre o Município de Cândido Mendes e a Fundação Nacional de Saúde para a construção de um aterro sanitário no município. Embora a verba tenha sido repassada pelo Governo Federal, a obra nunca foi feita.

As investigações apontaram a existência de um esquema de desvio dos recursos públicos, coordenado pelo então prefeito “Zé Haroldo”, que teria sido o principal beneficiado, se apropriando do dinheiro por meio de pessoas de sua confiança.

Vários depósitos foram feitos na conta da empresa A E M Construções Ltda. - ME, totalizando R$ 250 mil. Desses, 95% (R$ 237,5 mil) voltaram para o gestor municipal, por meio de depósitos na conta de seu cunhado, Clayton Costa Pereira. Os 5% restantes ficaram com a empresa, que não executou a obra.

Além de José Haroldo Carvalhal, já preso, e de Clayton Pereira, que está foragido, o Ministério Público também pediu a prisão temporária de Cássia de Francislin Costa Gandra Carvalhal, esposa de Zé Haroldo.

Por ter filhos menores de 12 anos, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão transformou a prisão temporária da ex-primeira dama em medidas cautelares como o recolhimento domiciliar noturno e o comparecimento em juízo, a cada 30 dias, para justificar suas atividades.

O irmão do ex-gestor, Adérito Carvalhal Filho, também foi preso temporariamente, em outubro do ano passado, tendo confessado a participação no esquema criminoso e apontado José Haroldo Carvalhal como comandante do esquema.


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Procon/MA fiscaliza e autua bancos em Barreirinhas


Na terça-feira (06), em Barreirinhas, a equipe de fiscalização do Procon/MA fiscalizou todos os bancos e casas lotéricas da cidade. O órgão tem intensificado diariamente as fiscalizações em todas as regiões do Estado com a missão de garantir ao consumidor um atendimento humanizado.

Na ação, o Bradesco foi autuado por apresentar máquina com defeito, sem emitir senhas; não manter afixado em lugar visível, cartaz destacando o número de telefone do Procon; bebedouro e banheiro não adaptado para o uso por pessoas com deficiência; não dispor de pelo menos um caixa de autoatendimento adaptado para o uso por pessoas com deficiência; manter 01 dos 05 terminais de autoatendimento totalmente inoperante; por não manter um exemplar do CDC em lugar visível e de fácil acesso ao público; além de demora excessiva para atendimento e não possuir porta giratória com detector de metais.

O Banco do Brasil foi autuado por não manter afixado em lugar visível, cartaz destacando o número de telefone do Procon; não dispor de pelo menos um caixa de autoatendimento adaptado para o uso por pessoas com deficiência e não dispor de envelopes para depósito em dinheiro.

Já o Banco do Nordeste, foi autuado por não emitir senha com especificação de data e horário de emissão; bebedouro não adaptado para o uso por pessoas com deficiência; não dispor de pelo menos um caixa de autoatendimento adaptado para o uso por pessoas com deficiência e por manter 01 dos 03 terminais de autoatendimento totalmente inoperante.

A Caixa Econômica Federal foi autuada por demora excessiva para atendimento e por manter 02 dos 07 terminais de autoatendimento totalmente inoperantes. Na Lotérica da cidade não foram encontradas irregularidades.

Os bancos foram autuados por não cumprirem a Lei Estadual 7.806/2002, com nova redação dada pela Lei Estadual 10.372/2015, a Lei Estadual 8.722/2007, a Lei Estadual 7.806/2002, a Lei Estadual 8.049/2003, os artigos 6º, I e III, 14 e 20, §2º, do CDC, dentre outras legislações.

“Com a inauguração da unidade do VIVA/Procon, vamos fiscalizar semanalmente todo os bancos da cidade até garantirmos respeito aos moradores de Barreirinhas e aos turistas que nos visitam. A melhoria e a humanização dos serviços bancários é uma prioridade do Governo do Estado e iremos estabelecer sanções todas as vezes que as irregularidades persistirem. Os bancos só têm duas opções: ou investem e melhoram os serviços ou sofrerão sanções cada vez mais rígidas,” disse o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior.

Os bancos autuados devem apresentar resposta, em até 10 dias, contados a partir do recebimento da autuação. O descumprimento pode se caracterizar como crime de desobediência nos termos do artigo 330, do Código Penal, ficando sujeito, ainda, às sanções administrativas e civis cabíveis. Caso o consumidor note alguma irregularidade ou perceba que seu direito foi desrespeitado, ele deve formalizar denúncia por meio do aplicativo, site ou uma das unidades físicas do Procon/MA.

Gestores se reúnem em Açailândia e traçam ações para 2018


A cidade de Açailândia sediou nesta quarta-feira (07) mais um Encontro de Gestores Regionais do Governo do Maranhão. As reuniões têm sido feitas para aproximar ainda mais o Estado e os municípios. Os eventos também servem para os próprios gestores saberem mais sobre o que está sendo feito no Maranhão e para traçar ações.

“O time está cada vez mais motivado na construção do Maranhão melhor para todos”, afirmou o secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry, que participou do encontro em Açailândia, na escola Lourenço Antonio Galletii.

Jerry apresentou algumas das principais ações do Governo como policiamento, Mais Asfalto e Escola Digna.

“Para nós, foi muito importante porque ficamos sabendo ainda mais das ações do Estado, e isso agrega ao nosso conhecimento para repassarmos à população”, disse Pedro Araújo da Silva, da Superintendência de Articulação da Região de Açailândia

Oito órgãos do Estado estavam representados na reunião: a Secap, a Secretaria de Educação, a Secretaria de Saúde, a Secretaria de Agricultura Familiar, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), a Junta Comercial do Maranhão (Jucema) e a Polícia Militar.

Foram 34 gestores reunidos para tratar das obras e dos serviços oferecidos pelo Governo do Maranhão na região de Açailândia.

O encontro foi feito para reunir, informar e capacitar a gestão pública. Outras reuniões já foram feitas em outras das 19 regionais, a fim de alcançar todos os municípios maranhenses.

As reuniões discutem as necessidades de cada setor para, então, elaborar ações concretas.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Flávio Dino anuncia R$ 1 bilhão em investimentos para o Maranhão em 2018


O Governo do Maranhão prevê investimentos de R$ 1 bilhão em obras e serviços em todo o estado para o ano de 2018. O dado foi divulgado pelo governador Flávio Dino na última segunda-feira (5), durante a sessão solene de abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

Esse montante deve ampliar e ajudar a consolidar programas já desenvolvidos pelo governo em áreas como educação, saúde, infraestrutura e segurança pública. Desde o início da atual gestão, já foram aplicados R$2,6 bilhão em obras e serviços do Executivo Estadual.

Flávio Dino classificou o volume de investimento deste e dos anos anteriores como uma ferramenta para alavancar o desenvolvimento.

“Educação e produção são duas palavras que sintetizam nosso esforço. São palavras-chave. O papel do poder público é insubstituível, como também é o da iniciativa privada: ambos se complementam. O governo tem coerência com essa visão, de modo que garantir os investimentos públicos é vital para que a economia funcione”, afirmou Flávio Dino.

Obra em todo lugar

Maior programa de apoio de infraestrutura aos municípios na história do Maranhão, o Mais Asfalto já pavimentou 2.500 quilômetros de vias em mais de 150 cidades e deve chegar a 3 mil este ano, entre novas estradas, manutenção das já existentes e vias urbanas.

Na área da Baixada Maranhense, devem ser 30 empreendimentos do programa Diques da Produção entregues até o final do ano. O objetivo é combater a salinização dos campos inundáveis dessa região e instalar canais para armazenar água doce, protegendo igarapés e demais ecossistemas dessa área.

Outro avanço são as obras do PAC Rio Anil, em São Luís. Planejadas há dez anos, na gestão do então governador Jackson Lago, as obras estão agora se concretizando e realizando o sonho da população.

A área entre as praças Maria Firmina dos Reis, embaixo da ponte Bandeira Tribuzzi, e Negro Cosme, na Fé em Deus, está sendo urbanizada e as praças estão recebendo equipamentos sociais.

“Teremos ali, de fato, uma ação social. Não apenas uma avenida jogada ao léu, mas ações que vão garantir que o povo daquela região possa elevar a sua qualidade de vida. É o que consta do projeto elaborado há dez anos e que agora estamos fazendo”, afirmou Flávio Dino.

Itaqui


O Governo do Maranhão garantiu ainda a continuidade dos investimentos no porto do Itaqui, com a ampliação da tancagem, a inauguração do berço 108 e a construção do berço 98 – este último, com recursos próprios da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), algo que acontece pela primeira vez na história do Maranhão. Ainda na área portuária, o terminal da Ponta da Espera foi reformado e o do Cujupe, na Baixada Maranhense, deve ser reinaugurado após reforma ainda este ano.

Ações governamentais têm fortalecido as cadeias produtivas de feijão, mel, mandioca, ovino e caprinocultura, avicultura caipira, carne, couro, leite e derivados – resultado direto dos inventivos governamentais no apoio à agricultura familiar, em ações como feiras de agricultura familiar e Sistemas Integrados de Tecnologias Sociais (Sistec), com o fomento de R$ 2,7 mil por família.

O número de restaurante populares aumentou: eram apenas 6 e hoje são 20, o mais recente inaugurado em Vargem Grande. Outra vertente positiva é o Projeto Salangô: depois de trinta anos de descaso, o projeto foi retomado em 2015, e, este ano, está colhendo a maior safra de sua história.

Rubens Pereira Júnior destaca gestão municipalista de Flávio Dino


Acompanhado pelo deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB), o governador Flávio Dino recebeu o vereador Riba Costa, de Formosa da Serra Negra, nesta segunda-feira (05). Na pauta, obras de infraestrutura, educação, lazer e mobilidade, como explica Riba Costa.

O deputado destacou o caráter municipalista adotado pela gestão Flávio Dino. “Esse é um governo marcadamente do diálogo, então podemos dizer que nunca o Palácio dos Leões esteve tão aberto às demandas da população como agora”, avaliou Rubens Júnior.

“Nós temos na cidade um CRAS, uma fase do Mais Asfalto, poços artesianos em dois povoados da zona rural do município e uma quadra. Isso mostra que podemos contar com a gestão de Flávio Dino”, disse o vereador.

“Fomos bem atendidos pelo governador Flávio Dino. Graças a Deus, nossas demandas serão atendidas. Viemos aqui em busca da recuperação da MA-006, que ele nos garantiu que ainda este ano dará início; além da construção da quadra poliesportiva na escola estadual do município e outras demandas de interesse da população de Formosa da Serra Negra”, acrescentou.

Secretaria busca parceria para utilização da mão de obra prisional em reformas de praças


O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Hewerton Pereira, realizou na segunda-feira (05) uma visita ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, com o objetivo de realizar parcerias futuras para a utilização de mão de obra prisional no fomento ao esporte na capital maranhense.

Durante a visita, o secretário esteve em reunião com o secretário de Estado da Administração Penitenciária, Murilo de Oliveira, e o secretário adjunto de Administração, Logística e Inovação Penitenciária, Rafael Velasco, para tratar sobre a possibilidade de que detentos trabalhem na manutenção das praças esportivas que estão sob o cuidado da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel).

Para Hewerton, o Governo do Estado tem investido em parcerias entre as secretarias pelo desenvolvimento social. “É de extrema importância que as Secretarias trabalhem conjuntamente, de forma a promover o desenvolvimento educacional e social no Estado, um dos pilares do Governo Flávio Dino”, afirmou o gestor da pasta.

O secretário falou sobre as parcerias futuras. “Estamos estudando a possibilidade de utilização da mão de obras de detentos para a manutenção das praças esportivas e também para a construção de kits esportivos, o que contribuirá para a valorização da mão de obra prisional e para a remição da pena dos detentos”, contou Hewerton Pereira. Na oportunidade, as autoridades realizaram visitas às alas onde se encontram a malharia, serralheria e oficina de corte e costura do Complexo.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Governo reforça combate à febre amarela em 22 municípios maranhenses


A população de 22 municípios e 53 localidades rurais das regiões de saúde de Balsas, Barra do Corda, Imperatriz, São João dos Patos e Rosário foram vacinadas contra febre amarela. A ação do Governo do Estado é realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com as prefeituras municipais e visa evitar surtos da doença no Maranhão.

O reforço de vacinação contra febre amarela foi iniciado no dia 28 de janeiro com o envio de cinco equipes da Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES), para as regiões de saúde de Balsas, Barra do Corda, Imperatriz, São João dos Patos e Rosário com a finalidade de aumentar a cobertura vacinal destas zonas consideradas endêmicas (áreas silvestres, mata, zonas rurais) no Maranhão.

As equipes destacadas para garantir a imunização de pessoas nas áreas rurais dos municípios prioritários são formadas por veterinários, enfermeiros, vacinadores e técnicos, que contam com o apoio logístico de dez veículos disponibilizados pelo Governo do Maranhão como parte da estratégia de garantir a vacinação, considerada a forma mais eficaz de prevenção contra a febre amarela.

Segundo a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Maria das Graças Lírio, o trabalho das equipes de epidemiologia integra um esforço maior das autoridades para erradicar a doença e continuará até o fim dos surtos pelo país. “A perspectiva é que estas ações permaneçam pelo tempo necessário, com o revezamento das equipes de saúde da SES, até que se resolvam os surtos que ocorrem no País. Informamos que até o momento, o Maranhão permanece sem nenhum caso de febre amarela”, ressalta.

Ações em cinco regiões de saúde

Durante o período de 29 de janeiro a 2 de fevereiro, as equipes da Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças vacinaram 870 pessoas, além de realizarem ações de busca ativa que resultaram na identificação de dois casos de epizootias de Primatas Não Humanos (morte de macacos), sendo um no município de Alto Parnaíba e um no município de Carolina. Os óbitos dos animais foram investigados, mas nenhum indicio que apontasse para casos de febre amarela foi identificado.

A chefe do Departamento de Imunização da SES, Helena Almeida, disse que nas áreas de notificação de morte de macacos, as secretarias de saúde foram orientadas a vacinar preventivamente as pessoas não vacinadas. “A forma mais eficaz de prevenção é a vacina, administrada em dose única a partir dos 9 meses de idade. A imunização oferece total proteção contra a doença, que pode ter curta duração ou evoluir para formas graves e levar até mesmo à morte”, alertou.

Em 2017, o Governo do Estado distribuiu aos municípios 711.230 doses de vacina com insumos (seringas e agulhas). Até 1º de fevereiro de 2018 já foram distribuídas 77.700 doses, estando todas as regionais de Saúde abastecidas.

A Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, transmitida por mosquitos pertencentes às espécies Aedes aegypti e Haemagogus infectados por um arbovírus do gênero flavivírus. A doença é de curta duração, no máximo dez dias, e tem gravidade variável.

Os sintomas da doença são febre, dor de cabeça, calafrios, vômito, dores no corpo e náuseas. Nos casos mais graves há hemorragias, além de olhos e pele ficarem amarelados. A vacina é gratuita e está disponível nas salas de vacinação dos postos de saúde do Maranhão.

Por estar na área de recomendação de vacina desde de 1994, as ações de imunização estão disponíveis permanentemente durante todo o ano, não devendo faltar vacinas, agulhas e seringas nos postos para o atendimento de rotina. Vale lembrar que é necessário apenas uma dose durante toda a vida.

Quem deve se vacinar?


Crianças maiores de 9 meses já devem ser vacinadas

Pessoas que irão viajar para locais de risco no país (10 dias antes)

Pessoas que irão viajar para países que exigem o certificado internacional de vacinação – 10 dias antes da viagem

Pessoas que nunca se vacinaram ou que não tem comprovação da vacina

Casos especiais que precisam de avaliação e indicação médica:

Grávidas em qualquer idade gestacional

Mulheres que estão amamentando até 6 meses

Idosos acima de 60 anos

Pessoas em tratamento de câncer

Pessoas com doenças como: aids, lúpus, diabetes e outras doenças crônicas

Pessoas que fizeram transplantes de órgãos

Alérgicos a ovo

Pesquisa de preços do Procon/MA encontra variação de até 230% em itens de carnaval



No carnaval, muita gente sai a procura de diversão, não é mesmo? Pensando na folia de Momo que está chegando, a equipe do Procon/MA preparou uma pesquisa de preços com os principais itens de carnaval em São Luís, Imperatriz, Codó, Colinas, Viana, Chapadinha e Itapecuru. Na capital, a maior variação foi no preço do preservativo, que atingiu uma diferença de até 230%.

Para conferir a lista completa, acesse o site do Procon/MA: www.procon.ma.gov.br

Entre os dias 31 de janeiro e 05 de fevereiro, foram pesquisados mais de 190 itens em 10 estabelecimentos, entre preservativos, bebidas, fantasias e acessórios. Vale lembrar que os órgãos públicos, como postos de saúde, distribuem preservativos, gratuitamente, e que a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos é proibida. Além disso, bebida e volante não combinam e o folião deve sempre optar por não dirigir após consumir bebidas alcoólicas.

O preservativo de maior variação é o pacote 3 por 1, da marca “Prudence”, cor e sabor chocolate, que custa entre R$ 1,45, na Pague Menos (São Francisco), até R$ 4,79, no Supermercado Mateus. O segundo produto com maior variação de preços foi o Lovetex Menta, também 3 por 1, que atingiu variação de até 221%, custando de R$ 1,99, nas Drogarias Globo (São Francisco), até R$ 6,39 no Supermercado Mateus (Cohama).

Segundo o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, o consumidor deve ficar atento aos preços de produtos cujo valor aumenta nesta época. “Em temporadas festivas, a demanda de produtos específicos faz com o que os preços subam. Por isso, o consumidor consciente fica sempre atento para comprar o melhor produto, pelo preço mais baixo. A pesquisa é uma importante ferramenta para que as festas não se tornem um peso a mais no orçamento”, alertou o presidente.

Participaram da pesquisa, os estabelecimentos: Comercial Júnior, Supermercado Maciel, Supermercado Mateus, Extrafarma, Pague Menos (São Francisco), Drogarias Globo (São Francisco), Drogaria Farmadel (Angelim), Cantinho Doce (Rua de Santana), Sabrina Festas e Lojas Americanas (Rua Grande).

Acessórios e outros

A Caninha Ypioca Ouro, de 960ml, ficou com variação de 143%, com preço que custa de R$ 11,90, no Supermercado Mateus, a R$ 28,99, no Supermercado Maciel. A fantasia de palhaço, da fabricante Fantasia Super, com preço que vai de R$ 59,90, no Sabrina Festas (Rua de Santana), a R$118,90, no Cantinho Doce (Rua de Santana), com variação de 98%.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Polícia Militar resgata homem de porta malas de carro no João Paulo


A Polícia Militar do Maranhão em ação pelos bairros da capital na madrugada de sábado (03), prenderam Erick Lucas Sousa Pereira (24), Leonardo Luís Silva (20) e Marlone Silveira Santos (26), quando os mesmos tentavam realizar um sequestro no bairro João Paulo.

Durante rondas pelo bairro do João Paulo, a viatura da polícia militar identificou uma atitude suspeita dos homens, e, ao abordar o automóvel fiat Siena branco, e realizar a revista no veículo foram encontrados alguns celulares e constatado que o proprietário do veículo estava dentro do porta malas.

Erick Pereira, Leonardo Silva e Marlene Santos foram encaminhados ao Plantão da Polícia Civil do Anjo da Guarda, onde responderão pelos crimes de roubo e sequestro.

Instituto de Genética Forense reduz prazo de análises de amostras com equipamentos de ponta


As análises de amostras para identificar autoria de crimes ganharam mais agilidade e confiabilidade, desde a criação do Instituto de Genética Forense (IGF). O órgão, criado pelo Governo do Estado, integra a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) da Polícia Civil. Antes, todo material genético era enviado para fora do Estado e levava meses ou até anos para ser analisado. Com o IGF, este prazo reduziu para o mínimo de 15 dias.

O IGF do Maranhão é referência no Brasil por ser equipado com alta tecnologia de aplicação mundial, possuir a maior estrutura física entre os Institutos de Genética Forense do Brasil e utilizar o mesmo sistema de confronto e identificação da polícia estadunidense – o Combined DNA Index System (CODIS), do FBI. A demanda aumentou com a implantação do IGF e, além do Maranhão, foram realizados casos de outros estados, como o Tocantins e Roraima, bem como a colaboração para a realização de exames para estados já consagrados, como o Pará e São Paulo.

O instituto conta com equipamentos de ponta como o Puncher Semi-Automatizado, primeiro do Brasil, que analisa um grande volume de amostras, sendo utilizado nas análises de perfil genético dos condenados; um Pipetador Automatizado, que tem capacidade para analisar simultaneamente grande volume de amostras diminutas. A estrutura realiza ainda extração, coleta, tratamento e armazenamento de DNA extraído de qualquer material biológico, como sangue, unha, fio de cabelo, saliva, suor, pele ou ainda objetos, roupas e acessórios que possam ter alguma correlação com crimes.

O laboratório deve ampliar a atividade com a análise de DNA Mitocondrial, que são amostras com alto nível de degradação. “Estamos caminhando para essa inserção e será mais um diferencial, pois nem todos os laboratórios possuem estrutura para esse tipo de análise”, explica a diretora do IGF-MA.

A perita criminal e diretora do órgão, Christhiane Cutrim, enfatiza o grau de importância do laboratório para a solução de crimes. “O trabalho investigativo tem agora maior possibilidade de uma resposta imediata, mais fidedigna e praticamente incontestável, pois analisa o DNA, que é único para cada pessoa. É um laboratório recente, mas que já colabora em inúmeros casos no país”, reforça.

O trabalho da equipe do órgão maranhense foi reconhecido pela Polícia Civil do Pará. Publicada no Diário Oficial, a referência ao IGF-MA enaltece os peritos e técnicos pelo seu conhecimento e profissionalismo. “Recebemos com satisfação essa deferência. Trabalhamos compromissados com a missão. A tecnologia de automação que usamos é compatível com os grandes laboratórios do mundo”, enfatiza Christhine Cutrim.

A criação do Instituto de Genética Forense (IGF) segue lei estadual nº 10.038, de 13 de maio de 2015, e atende demanda da polícia técnico-científica para a investigação de crimes violentos letais intencionais e demais crimes hediondos. A equipe é formada por peritos criminais especializados em Genética Forense e Biologia Molecular.

Perícia minuciosa

O IGF realiza análise de amostras forenses coletadas em locais de crimes para identificação humana, confronto de vestígios, violência sexual e paternidade criminal. Trata-se de exame comparativo que, encontrado o perfil genético pode ainda ser confrontando com outras amostras e registros no banco de dados – estadual e nacional – cuja rede é integrada. No Brasil, existem 20 laboratórios para análises genéticas com o sistema CODIS, que passou a ser usado em 2011.

São amostras de perfis genéticos coletados de internos do sistema prisional, suspeitos (via ordem judicial), pessoas desaparecidas e seus familiares (neste caso, para auxiliar nas buscas) e vestígios coletados do local de crime ou da vítima com a finalidade de obter o perfil genético do autor do crime. Os materiais são encaminhados do Instituto Médico Legal (IML); do Instituto Laboratorial de Análise Forense (ILAF); do Instituto de Criminalística (ICRIM); do Centro de Perícias Técnicas para a Criança e o Adolescente (CPTCA); e de autoridades policiais.

Emap cresce 24% e segue investindo em novas obras de ampliação


A EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária registrou crescimento de 24% em receitas operacionais em 2017 e EBTIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 37,3%, chegando a R$ 68 milhões, o que representa aumento de 2,5 pontos percentuais no comparativo com 2016. Com lucro líquido de R$ 51,6 milhões, 18,8% superior a 2016, a empresa reduziu R$ 17 milhões de despesas frente ao orçamento previsto para o ano. Esses e os demais resultados financeiros da gestora do Porto do Itaqui foram aprovados pelos Conselhos Fiscal (Cofis) e de Administração (Consad) da empresa nesta semana.

Os números são resultado de um sistema de gestão integrada que visa consolidar a EMAP, até o final deste ano, como empresa pública de referência em gestão portuária no Brasil. Além do foco nos resultados financeiros e operacionais, há também a clareza de que, como porto público, o Itaqui e seus terminais precisam gerar valor à sociedade.

Essa geração de valor vem sendo alcançada em três frentes: impostos (os negócios movimentados pelo Porto do Itaqui são responsáveis por cerca de 35% do ICMS arrecadado no Maranhão); emprego (a atividade portuária gera em média 14 mil empregos diretos e indiretos, o que alimenta diversas cadeias produtivas no Maranhão e ao longo da área de influência) e investimentos para tornar o Itaqui cada vez mais competitivo.

De acordo com essas diretrizes a empresa executou, em 2017, R$ 58 milhões em obras e instalações, reformas, melhorias e manutenção. O total investido desde 2015 chega a R$ 161 milhões. “Este foi um ano de investimentos em obras de infraestrutura e implantação de tecnologias fundamentais para a ampliação das operações no Porto do Itaqui. Fechamos 2017 com um novo Centro de Controle Operacional, novo pátio de contêineres, nova estrutura de controle de acesso ao porto e melhorias na estrutura de segurança do Terminal da Ponta da Espera, além do novo Cais de Ribamar, que entregamos no início do ano. E neste ano vamos entregar o Berço 108 e o novo Terminal do Cujupe, só para citar as principais obras”, afirma o presidente da EMAP, Ted Lago.

Onde a EMAP investiu em 2017
A revitalização do Cais de Ribamar contempla 4.600 m² de área construída que conta com uma ponte e píer adequados às embarcações que utilizam o local. Foi instalado um novo sistema de iluminação com lâmpadas de led e projetores, além de pavimentação de ruas e recuperação estrutural de áreas de uso comum da população.

O projeto contemplou ainda a construção de uma área de passeio público com praça, arborização, ciclovias, dois pequenos mirantes no píer, quiosques, banheiros com acessibilidade, pavimento tátil, rota acessível com sinalização entre a entrada do parque e o cais, demarcação de espaços para pessoas com deficiência e idosos e rampas de acesso para cadeirantes, além de academia ao ar livre. Também foi instalado um posto policial.

No Terminal de Ferryboat da Ponta da Espera foi entregue a nova unidade de segurança pública para abrigar as operações da PM, nova cobertura do prédio da Receita Estadual, que controla a circulação de mercadorias, além de melhorias no acesso principal.

A inauguração do Centro de Controle Operacional deu a largada para uma série de modernizações, com implantação de um novo sistema de operação de terminais que atua no controle da movimentação e programação de navios, rádios digitais e identificação automática de navios (AIS), que será utilizado para o monitoramento em tempo real das áreas de fundeio e canais de acesso aquaviário ao porto.

O Itaqui ganhou um novo sistema de iluminação da área primária, melhoria no Pátio de Regulação de Carreta, nova estrutura de controle de acesso com a construção de portaria avançada, pavimentação dos pátios de contêineres e a primeira fase de revitalização do sistema de combate a incêndio (do Berço 104 ao 108) e construção de barreiras de contenção dos berços 100 ao 108.

Também foram concluídas as obras complementares para operacionalização do Berço 108, que incluem sistema de esgotamento sanitário, de iluminação e de defensas. O novo berço deve entrar em operação no primeiro trimestre deste ano.

A todo vapor em 2018

Neste ano as obras seguem dentro do cronograma, com a segunda etapa do sistema de combate a incêndio, que abrange os berços 100 a 103 e a entrada em operação do Berço 108. Será entregue o novo Terminal do Cujupe, que está sendo transformado em um equipamento multimodal com estrutura para embarque e desembarque de passageiros, terminal rodoviário, alojamento e posto da Polícia Militar (PM Box).

Devem ser iniciadas ainda neste ano as obras de recuperação dos berços 103 e 106 e a construção de um novo berço, o 98, que terá capacidade de integração com o berço 99, totalizando 860 metros de cais e contribuirá para o aumento de 3,5 milhões de toneladas na movimentação portuária. O berço prevê, ainda, a integração com o sistema ferroviário, dando ao Porto do Itaqui mais competitividade em relação a outros portos da região.

Entre os investimentos privados iniciados e com início de obras neste ano estão a primeira fase de expansão da capacidade do terminal de granéis líquidos, no valor de R$ 145,7 milhões, que vai aumentar a capacidade atual em 48 mil metros cúbicos; e o novo terminal para carga geral, preferencialmente dedicado a celulose e papel, que contará com armazém, berço e ramal ferroviário, com valor estimado de R$ 215 milhões.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...