lomadee

sexta-feira, 2 de junho de 2017

MPMA lança campanha “Maranhão contra as drogas” em mais três cidades


O Ministério Público do Maranhão lançou, nesta semana, a Campanha Maranhão contra as Drogas nos municípios de Itinga, Buriticupu e Bom Jesus das Selvas. A ação, coordenada pela titular da 6ª Promotoria de Justiça de Açailândia, Sandra Fagundes Garcia, teve a presença de autoridades do Judiciário, Legislativo, Executivo, Polícia Militar, Defensoria Pública e com ampla participação da comunidade.

Em Itinga, o lançamento ocorreu no dia 31 de maio, no Centro de Ensino Médio José Neves de Oliveira. Participaram da solenidade representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário locais.

A titular da Promotoria de Justiça de Itinga, Nara Thamyres Brito Guimarães, relata que frequentemente recebe pais e familiares de usuários de drogas que pedem ajuda para resolver o problema. A promotora diz que o MPMA está buscando ampliar o seu papel no combate às drogas, investindo na prevenção. “O Ministério Público estará sempre de portas abertas para receber as pessoas que precisam de ajuda. Por isso estamos aqui hoje: para trabalhar com a educação, para falar sobre a importância da prevenção, evitando que muitos jovens comecem o ciclo da droga.”

BURITICUPU E BOM JESUS DAS SELVAS

Em Buriticupu, o lançamento ocorreu no dia 29 de maio, pela manhã, na Câmara de Vereadores. Em Bom Jesus das Selvas, o evento foi realizado à tarde, no Ginásio Poliesportivo Manoel dos Santos Gonçalves. Com a inclusão das duas cidades, já são 26 municípios do Maranhão que aderiram à campanha. A meta é que, em um ano, 100 municípios estejam envolvidos no projeto.

Durante a solenidade, a promotora de justiça Sandra Fagundes esclareceu que os objetivos da iniciativa incluem a criação e aprovação de leis que criem fundos e conselhos municipais para discutir e fomentar a prevenção às drogas nos municípios.

“Na maioria dos júris que fazemos, os réus estão ali porque se envolveram de alguma forma com drogas. Por isso, é preciso captar recursos e mobilizar ações junto com a sociedade para reverter este quadro”, enfatizou a promotora.

Desde o ano passado, a representante do MPMA desenvolve um projeto chamado “Quem escolhe seu caminho: você ou as drogas?”, concebido pela titular da 11ª Promotoria de Justiça de Substituição Plena da Capital, Cristiane Lago.

O projeto consiste em ministrar palestras a alunos da rede pública de ensino sobre os efeitos causados pelas drogas. Após as palestras, os alunos produzem redações sobre a temática e participam de um concurso que distribui diversos prêmios.

PREVENÇÃO

Na ocasião, a coordenadora da Comissão Externa sobre o Consumo de Drogas entre Jovens no Brasil, deputada federal Eliziane Gama, chamou a atenção dos jovens e crianças para os efeitos da droga. Segundo ela, mais da metade de prisioneiros de Pedrinhas têm envolvimento com drogas.

Ainda de acordo com ela, o objetivo da campanha é mostrar os males que a droga traz e evitar que mais jovens entrem neste caminho. “A droga mata pelo consumo ou pelo envolvimento no mundo do crime. Temos que acabar com esse ciclo e, por isso, devemos trabalhar com educação preventiva”, ressaltou a deputada.

O promotor de justiça de Buriticupu, Peterson Armando Azevedo, lamentou que a cidade de Buriticupu não esteja fora da realidade do consumo de drogas e que já há uma ‘cracolândia’ no município. Ele ressaltou que as drogas não causam mal só aos usuários, mas atingem também familiares e amigos.

“Nós vamos reforçar o compromisso do Ministério Público no combate ao tráfico e na prevenção ao consumo de drogas e envolver todas as esferas possíveis neste trabalho”, concluiu.

De acordo com a intérprete de Libras, Adriane Elói, o consumo de drogas está começando em Bom Jesus das Selvas e o projeto é uma grande oportunidade para o município. “É importante esse trabalho de prevenção, fazendo com que os jovens conheçam os efeitos das drogas. Isso ajuda também os pais, que, muitas vezes, não conseguem lidar com isso sozinhos”, considera.

CAMPANHA

A campanha Maranhão contra as Drogas é promovida pelo Comitê Estadual de Prevenção às Drogas, formado pelo Ministério Público do Maranhão, Tribunal de Justiça do Maranhão, Câmara dos Deputados e Polícia Rodoviária Federal, com apoio do Governo do Maranhão, Federação dos Municípios do Maranhão e Polícia Federal.

Por meio da ação coordenada entre as instituições, o grupo objetiva desenvolver políticas públicas sobre combate e prevenção às drogas no Maranhão, incentivando a criação de fóruns, conselhos, serviços de prevenção, tratamento e acolhimento dos usuários. O público-alvo da campanha é de adolescentes e jovens de 12 a 29 anos.

NÚMEROS

De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com estudantes concludentes do 9° ano em escolas públicas e privadas de todo o país, o percentual de jovens que usaram drogas ilícitas subiu de 7,3% para 9% entre 2012 e 2015. Já a taxa de adolescentes que já consumiram álcool subiu de 50,3% para 55,5% no mesmo período.


quarta-feira, 31 de maio de 2017

Polícia investiga crimes envolvendo policiais em Buriticupu


Os policiais militares Tiago Viana Gonçalves, 33 anos, e Josiel Alves Aguiar, 34 anos, foram presos por suspeita de envolvimento em vários crimes na cidade de Buriticupu. A polícia busca por mais um militar, o soldado Gladstone de Sousa Alves, 34 anos, que está foragido. Foram abertos inquéritos penal e administrativo para apurar a conduta dos suspeitos. Na lista de crimes atribuídos ao trio está homicídio qualificado, ocultação de cadáver, associação criminosa, apropriação indevida, extorsão, formação de quadrilha e coação. Os policiais estão em prisão temporária, mas será solicitada a preventiva.

As informações sobre o andamento das investigações foram apresentadas na tarde desta quarta-feira (31), durante coletiva à imprensa, na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SPP), na Vila Palmeira. Desde o início das investigações, 42 pessoas, entre policiais militares, civis e outras testemunhas foram ouvidas. Serão acionados ainda para prestar informações membros do Quartel Militar e da Delegacia Civil de Imperatriz, além da Delegacia de Buriticupu.

Tiago Viana, Josiel Alves e Gladstone de Sousa são suspeitos do desparecimento e possível homicídio do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, vistos pela última vez em 17 de novembro do ano passado, quando saiam juntos em uma caminhonete Triton L-200 preta, fora do turno de serviço e à paisana. Os dois teriam sido atraídos para realizar o roubo de veículos de carga. Em depoimento, os suspeitos negaram qualquer conversa neste sentido com os policiais.

Durante a coletiva, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, condenou os desvios de conduta e enfatizou a firmeza das investigações. “Fico indignado com policiais no crime, pois, ao fazerem o juramento, estão diante de suas famílias, da corporação e da sociedade se comprometendo a honrar a missão. Policial que convive com bandido é bandido também e não compactuamos. Se forem identificados mais envolvidos eles serão presos e punidos com o rigor da lei. O monitoramento interno é um dever do sistema de Segurança e aqueles que tenham atitudes em desacordo com as normas não permanecerão na polícia”, garantiu.

O delegado-geral de Polícia Civil, Lawrence Melo, explicou que está sendo feito um trabalho intenso para investigação dos crimes. “É uma investigação minuciosa que vem ocorrendo há alguns meses e agora teve uma etapa concluída, mostrando que a Segurança não é condescendente com a ilicitude”, ressaltou.

O superintendente de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), delegado Leonardo Diniz, informou que as investigações foram iniciadas ainda no ano passado, quando foi identificada a ligação dos policiais que estão presos com o desaparecimento dos outros dois militares e com o crime de tráfico de drogas. “Esses policiais estavam em conflito com a lei, envolvidos em um conjunto de graves crimes, que inviabilizam sua atuação na missão de segurar e salvar vidas”, declarou o delegado Leonardo Diniz.

Durante a coletiva, o subcomandante da PM, coronel Jorge Luongo, destacou que o policiamento foi reforçado na cidade. “Estamos, desde então, reforçando o efetivo daquela área com apoio e monitoramento. Os envolvidos nesses atos ilícitos correspondem a uma minoria que não representa a corporação, e que serão punidos conforme seus atos”, enfatizou.

Participou ainda da coletiva o corregedor-geral do sistema de Segurança Pública, Fernando de Moura.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Governo entrega mais nove ambulâncias para fortalecer os sistemas municipais de saúde


Continuando a política de apoio aos sistemas municipais de saúde, o governador Flávio Dino realizou a entrega de mais nove ambulâncias para cidades de Anapurus, Araioses, Buriti, São Bento, Centro Novo, Vitorino Freire, Santa Quitéria, Jatobá e Buriticupu. A solenidade, ocorrida na tarde desta quinta-feira (27), no Palácio dos Leões, contou com a participação de prefeitos, vereadores e lideranças políticas de todas as regiões do Maranhão, e marcou o 53º veículo doado pelo Governo do Estado às Prefeituras em 2017.

De acordo com o governador Flávio Dino, o programa de aquisição de ambulâncias para os municípios maranhenses faz parte da política de ajuda às Prefeituras em todas as áreas, “isso se refere ao Escola Digna, Mais Asfalto, Bolsa Escola”. No caso da saúde, segundo ele, existe uma série de ações, como por exemplo, a nossa rede, que está apoiando todas as regiões. “Nós ajudamos os municípios equipando as suas unidades, repassando recursos para algumas unidades quando nos é demandado pelos governos municipais. E temos agora neste ano esse programa atinente às ambulâncias que é uma demanda permanente dos municípios”, disse Flávio Dino, explicando que já foram entregues 53 unidades, das 104 adquiridas e, até o fim do ano, o Governo do Estado vai comprar mais 100 para que esse programa chegue a todos os municípios maranhenses.

O Governo do Estado investiu R$ 160 mil em cada ambulância, adquiridas por meio de emenda parlamentar dos deputados estaduais, que têm capacidade para socorro no atendimento como Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e semi UTI, podendo se transformar em Unidade de Suporte Avançado (USA). São equipadas com duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio – em caso de atendimento fora do veículo, respirador, monitor cardíaco, desfibrilador e medicamentos. Possuem, ainda, sistema de monitoramento contínuo, para prestar socorro a pacientes potencialmente graves ou com descompensação no sistema orgânico.

O secretário de Saúde, Carlos Lula, classificou as entregas como históricas e enfatizou que o programa chegará a todas as cidades do Maranhão. Para ele, os veículos ajudam no transporte sanitário, algo que era necessário e indispensável, sobretudo em momento de aguda crise econômica.“Infelizmente a realidade que a gente vivia no interior do estado era de pacientes ainda transportados em carros particulares, de qualquer forma, e a gente com isso ajuda os municípios, ajuda também a cuidar das pessoas que é, sobretudo, dever do Governo do Estado. Cuidar mais e melhor das pessoas”, realçou Lula.

A prefeita de Centro Novo do Maranhão, Diva, disse que receber uma ambulância do Governo do Estado é uma alegria muito grande, já que há oito anos o município não tem um veículo adequado para o transporte de pacientes. “A Ambulância que a gente tinha era pequena e quebrou há muito tempo. Então o povo está sendo transportado em carro pequeno. Lá vai ser recebido em festa”, comemorou a gestora.

Também já receberam ambulâncias os municípios de Colinas, Barreirinhas, Peritoró, Presidente Dutra, Raposa, Alto Parnaíba, Arame, Benedito Leite, Bom Jesus das Selvas, Central do Maranhão, Governador Nunes Freire, Matinha, Fortaleza dos Nogueiras, Santa Luzia do Tide, Senador La Roque, Tasso Fragoso, Tutóia, Penalva, Santa Luzia do Paruá, Paço do Lumiar, Bom Jardim, Buriti Bravo, Coelho Neto, Formosa da Serra Negra, Paraibano, Presidente Vargas, Santa Inês, Turiaçu, Mirinzal, São João Batista, Pio XII, Mirador, Pedreiras e São Benedito do Rio Preto, Viana, Porto Rico, Duque Bacelar, Cândido Mendes, Itapecuru-Mirim e Senador Alexandre Costa.

Participaram da solenidade o vice-governador Carlos Brandão, os prefeitos de Anapurus, Professora Vanderly; Araioses, Dr. Cristino; Buriti, Naldo Batista; São Bento, Luizinho Barros; Vitorino Freire, Luanna; Santa Quitéria, Alberto Rocha; Jatobá, Consuelo e Buriticupu, Zé Gomes, os deputados estaduais Rogério Cafeteira, Francisca Primo, Levi Pontes, Fábio Macedo, Rigo Telles, Othelino Neto e Stenio Rezende. Além dos secretários Marcelo Tavares (Casa Civil), Márcio Jerry (Comunicação e Assuntos Políticos), Neto Evangelista (Desenvolvimento Social), Adelmo Soares (Agricultura Familiar) e Jhonatan Almada (Ciência e Tecnologia).

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Recomendação alerta sobre condutas vedadas no período eleitoral


O promotor de justiça titular da 95ª Zona Eleitoral, Peterson Armando Azevedo de Abreu, expediu, no último dia 1º de julho, uma Recomendação aos agentes públicos dos municípios Buriticupu e de Bom Jesus das Selvas, sobre condutas proibidas durante o período de eleição.

Baseada na legislação eleitoral, a Recomendação alerta os agentes para se absterem de ceder ou utilizar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, móveis ou imóveis pertencentes ao Poder Público, exceto quando forem realizadas convenções partidárias. Também não devem ser utilizados materiais ou serviços custeados pelos governos ou casas legislativas, que excedam o permitido pelos regimentos dos órgãos.

Pela lei, é igualmente proibido ceder servidor público ou empregado da administração federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou empregado estiver licenciado.

Os agentes não devem fazer ou permitir o uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social, custeados ou subvencionados pelo Poder Público.

Até a posse dos eleitos é vedado, ainda, nomear, contratar, admitir ou demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e remover, transferir ou exonerar servidor público, com exceção das condições previstas em lei.

TRANSFERÊNCIA

No período, os agentes públicos devem, ainda, se abster de realizar transferência voluntária de recursos da União aos Estados e Municípios, e dos Estados aos Municípios, ressalvados os recursos destinados previamente para execução de obras ou serviço em andamento e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública.

Também não devem autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou das respectivas entidades da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, reconhecida pela Justiça Eleitoral.

Estão igualmente impedidos de fazer pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, fora do horário eleitoral gratuito, salvo quando, a critério da Justiça Eleitoral, tratar-se de matéria urgente, relevante e característica das funções de governo.

Outros impedimentos são: a realização de despesas com publicidade dos órgãos públicos ou das respectivas entidades da administração indireta, que excedam a média dos gastos no primeiro semestre dos três últimos anos que antecedem o pleito; a realização de revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição e a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos para inaugurações de obras públicas.

Também é vedado o comparecimento a inaugurações de obras públicas, caso sejam candidatos a reeleição, salvo o prefeito. Mas a inauguração não pode ser convertida em ato de propaganda política.

Na Recomendação, o Ministério Público Eleitoral informou que a prática das condutas vedadas acima mencionadas acarreta: a suspensão imediata da conduta vedada; imposição de multa no valor de R$ 5.320,50 a R$ 106.410,00, ao responsável pela transgressão, aos partidos políticos, às coligações e aos candidatos que delas se beneficiarem, sem prejuízo de outras sanções de caráter constitucional, administrativo ou disciplinar fixadas nas leis nacionais. Também caracteriza prática de ato de improbidade administrativa previsto na Lei nº 8.429/92.


sexta-feira, 24 de junho de 2016

Em Buriticupu, ex-prefeito é condenado por calúnia contra promotor de justiça

Em audiência realizada na última terça-feira, 21, no Fórum de Buriticupu, foi determinado ao ex-prefeito Antônio Marcos de Oliveira, o "Primo", o cumprimento de pena pelo crime de calúnia contra o promotor de justiça Alessandro Brandão Marques. O fato ocorreu em 2007.

No processo, o ex-gestor foi acusado pelos crimes de calúnia e difamação, tendo sido condenado, respectivamente a um ano e oito meses de detenção. De acordo com o juiz Duarte Henrique Ribeiro de Souza, no entanto, o segundo crime prescreveu, pois a Denúncia só foi feita em 2010, e a pena foi extinta.

A pena por Calúnia, que era de um ano, foi substituída por duas restritivas de direito com a obrigação de prestação de serviços à comunidade e limitação de final de semana. Foi pedido pela defesa do ex-prefeito a substituição da prestação de serviços pelo pagamento de um valor em dinheiro, o que foi aceito pelo juiz, com a anuência do promotor Peterson Armando Azevedo de Abreu, titular da Comarca de Buriticupu.

Dessa forma, Antônio Marcos de Oliveira foi condenado ao pagamento de R$ 40 mil, em duas parcelas, que serão destinados a algum projeto social determinado pela Justiça, e a permanecer em sua residência pelo período de cinco horas nos sábados e nos domingos pelo prazo de 30 dias. Nesse período, o ex-prefeito deverá utilizar uma tornozeleira eletrônica.

terça-feira, 14 de junho de 2016

Novo titular da Promotoria de Buriticupu é empossado


Em solenidade realizada na sexta-feira, 10, a procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, deu posse ao promotor de justiça Peterson Armando Azevedo de Abreu, promovido para a Promotoria de Justiça de Buriticupu, de entrância intermediária.

A promoção, que foi aprovada na sessão ordinária do Conselho Superior do Ministério Público do último dia 3 de junho, deu-se pelo critério de merecimento.

Participaram da cerimônia de posse o procurador-geral de justiça nomeado, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e os promotores de justiça Emmanuel Soares (diretor-geral da PGJ), Sirley Castro Aires (chefe de gabinete), Justino Guimarães (assessor-chefe da Assessoria da PGJ), Reginaldo Júnior (membro da Assessoria da PGJ), que integram a administração superior, Tarcísio Bomfim (presidente da Associação do Ministério Público do Maranhão), João Leonardo Leal (da 2ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de São Luís) e a juíza de direito Karla Jeanne Matos de Carvalho.

Ao assinar o termo de posse, a procuradora-geral destacou a trajetória do promotor de justiça promovido e o parabenizou pela conquista de mais um degrau na ascensão profissional dentro do Ministério Público do Maranhão.

Peterson de Abreu falou do contentamento com a promoção alcançada e do compromisso com a instituição. "A promoção para uma outra comarca representa a renovação da carreira e novos desafios a serem enfrentados para promover a justiça e honrar o trabalho do Ministério Público do Maranhão", afirmou.

Desde o ingresso no MPMA o promotor de justiça atuou nas comarcas de Pedreiras, Morros, Icatu e Alcântara, como promotor substituto, e na de Olinda Nova do Maranhão, como titular, até ser promovido para Buriticupu.


segunda-feira, 13 de junho de 2016

Governo firma parceria com Prefeituras para instalação do Sine nos municípios

Secretário Julião Amin, subsecretária Virgínia Andrade, e prefeito de Paulino Neves, Raimundo Lídio, durante encontro que firmou parceria para instalação do Sine no município. Foto: Divulgação.
A fim de garantir trabalho e renda para a população dos mais diversos municípios maranhenses, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres), tem firmado parcerias com Prefeituras e Instituições. A intenção é levar Agências de Trabalhos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) para o interior do estado, formando um banco de dados de trabalhadores e empregadores.

Atualmente, já são 20 agências no estado e cinco novas já estão em fase de negociação para serem implantadas. Nos próximos meses o Sine estará chegando em Paulino Neves, Timon, Grajaú, Pinheiro e Presidente Dutra. Sempre oferecendo serviços como banco de currículos, seleção profissional, disponibilização de espaço para processos seletivos e treinamentos profissionais.

“É o início de um grande projeto do governo Flávio Dino de expansão das atividades do Sine que tem por objetivo descentralizar o atendimento, hoje, muito concentrado em São Luís. A ideia é aumentar a área de abrangência dos serviços para beneficiar mais trabalhadores e impulsionar o mercado de trabalho”, explicou o secretário de Estado do Trabalho e Economia Solidária, Julião Amin.

Segundo a subsecretária da Setres, Virgínia Andrade, a missão é levar agências de trabalho do Sine para todas as regiões do estado, para que o máximo possível de trabalhadores e trabalhadoras possam assumir os novos postos de trabalho que estão surgindo com o desenvolvimento do estado.

“Com o Maranhão numa nova perspectiva de crescimento é preciso ter posto do Sine, não só para realizar o intermédio da mão de obra com os postos de trabalho, mas para prestar orientação ao trabalhador e qualificar o serviço a ser prestado”, pontuou Virgínia.

Na parceria com as Prefeituras, o Governo do Estado garante o suporte técnico, o treinamento de pessoal, passando as normas e procedimentos processuais, além do monitoramento dos serviços oferecidos. Às Prefeituras cabe a oferta da estrutura física para instalação do Sine, os equipamentos para funcionamento e a equipe que trabalhará no local.

Paulino Neves

Na última quinta-feira (9), foi assinado o termo de cooperação técnica com a Prefeitura de Paulino Neves. Com a presença do secretário Julião Amim e o prefeito da cidade, Raimundo Lídio, foi firmada parceria para implantação de uma agencia de trabalho do Sine.

O posto, que ficará vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social, deverá atender também a população dos municípios vizinhos, como Barreirinhas e Tutóia, garantindo a criação de oportunidades de trabalho e emprego, geração de renda e melhorando a qualidade de vida dos trabalhadores de toda a região.

As agências do Sine estão, além de três em São Luís, em Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Bacabeira, duas em Caxias, Codó, Chapadinha, Estreito, Imperatriz, Pedreiras, Santa Inês, São José de Ribamar, Itapecuru-Mirim, Paço do Lumiar e Buriticupu.


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Atualização em casos de microcefalia no Maranhão

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, diante do novo cenário onde o Ministério da Saúde (MS) altera a medida do Perímetro Cefálico (PC) de recém-nascidos de 33 cm para 32 cm, dos 38 casos anteriormente diagnosticados de bebês com microcefalia, seis foram descartados por apresentarem PC inferior à primeira medida estabelecida pelo MS (33 cm). Dos casos descartados, quatro (4) foram de São Luís e dois (2) de Imperatriz.

Assim, a SES confirma 32 casos de bebês com microcefalia. Os casos ocorreram nos municípios de Coroatá (1), São Francisco do Brejão (1), Buriticupu (4), São José de Ribamar (1), Barra do Corda (1), Dom Pedro (1), São Luís (7), Santa Inês (2), Caxias (1), Imperatriz (2), Chapadinha (1), Urbano Santos (1), Açailândia (1), Davinópolis (1), São João dos Patos (1), Codó (1), São Domingos do Azeitão (1), Axixá (1), Pio XII (1), Santa Rita (1) e Dom Elizeu – PA (1). O município de Dom Elizeu fica no Estado do Pará, porém a criança nasceu em Imperatriz. Portanto, o bebê entra no quantitativo de casos maranhenses.

Dos 32 casos confirmados, nove mães tiveram Zika Vírus durante a gestação, estando os demais casos sob investigação. Dentre os casos apresentados, um óbito ocorreu em São José de Ribamar.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

#IFMA oferece 35 cursos de graduação no SiSU 2015

O IFMA - Instituto Federal do Maranhão terá a oferta de 35 cursos de graduação no SiSU 2015. O cursos estão nas cidades de São João dos Patos, Codó, Bacabal, Zé Doca, São Luís, Buriticupu, Imperatriz, Caxias, Barreirinhas, São Raimundo das Mangabeiras, Santa Inês, Alcântara e Açailândia.

Clique aqui para ver o quadro de vagas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...